Conor McGregor doa equipamentos de segurança para hospital infantil na Irlanda

Um dos atletas mais ativos no combate à pandemia do coronavírus, ‘Notório’ cumpre promessa e ajuda equipes de saúde do país

C. McGregor faz doação a hospital infantil na Irlanda. Foto: Reprodução/Instagram @thenotoriousmma

O lado ‘marrento’ e provocador de Conor McGregor parece ter ficado apenas dentro do octógono durante a pandemia do coronavírus (Covid-19). Ciente da responsabilidade como grande nome do esporte mundial, o atleta segue engajado na ajuda de centros hospitalares da Irlanda. Recentemente, o ‘Notório’ divulgou uma doação de equipamentos a um centro de pediatria de Crumlin, localizado no subúrbio de Dublin.

Veja Também

Última semana sem lutas no UFC, relembre momentos marcantes de 2019 e 2020 antes de maratona de eventos
Ultimate divulga cartilha de segurança para a realização do UFC 249
Recuperado de lesões, Thiago Marreta vislumbra cenário perfeito para retorno ao octógono

“Entrega no Hospital Infantil de Crumlin hoje”, escreveu Conor em sua conta oficial no Instagram.

Desde que o coronavírus tomou proporções mundiais, McGregor tem sido um dos lutadores do UFC que participam mais ativamente das campanhas de conscientização. O atleta também está na linha de frente na ajuda de custo com o financiamento de equipamentos de proteção a pacientes e profissionais que brigam diariamente para combater a pandemia que já trouxe milhares de mortes ao redor do mundo.

No fim de março, o irlandês havia confirmado que iria doar €1 milhão (cerca de R$5,5 milhões) na compra de equipamentos médicos para hospitais. A promessa foi feita em conversa com o Ministro das Finanças do país, Paschal Donohoe.

Na época, o ‘Notório’ mostrou a seriedade com que o caso merece ser tratado e fez questão de fazer um comunicado aos seus admiradores através das redes sociais.

“Conheço uma luta boa e dura quando vejo uma, e agora temos uma em nossas mãos. Quero chamar o meu povo: o grande povo da Irlanda. Esta luta precisa de todos nós. Estamos todos juntos no canto vermelho e aguardando o sino. Então, vamos nos reunir e tocar o sino nós mesmos – incluindo as pessoas do resto do mundo. Um verdadeiro bloqueio deve começar, e deve começar agora. Um confinamento unido. Temos de fechar os nossos aeroportos. Temos de fechar todos os negócios não essenciais. Temos de cortar todas as viagens não essenciais”, disse Conor em um vídeo de mais de dois minutos.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Drop off at Crumlin Children’s hospital today ❤️ @theblackforgeinn

Uma publicação compartilhada por Conor McGregor Official (@thenotoriousmma) em

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments