Ferguson elogia Gaethje, critica Khabib e justifica realização do UFC 249: ‘Para dar esperança às pessoas’

Desafiante ao título interino dos leves neste sábado, norte-americano exaltou adversário, disparou contra atual e mandou recado aos fãs que estão preocupados com a pandemia do coronavírus

T. Ferguson (foto) vai enfrentar J. Gaethje pelo título interino dos leves em 9 de maio. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Um dos responsáveis por protagonizar o UFC 249, que acontece neste sábado (9), em Jacksonville (EUA), Tony Ferguson elogiou seu adversário deste final de semana e justificou a realização do espetáculo durante a pandemia do coronavírus (Covid-19). Em entrevista ao ‘Combate’, o atleta elogiou Justin Gaethje e ainda aproveitou para ‘cutucar’ Khabib Nurmagomedov, que se recusou a atuar no espetáculo em função da crise mundial de saúde.

Veja Também

Chris Weidman quer se reerguer na carreira para desafiar Israel Adesanya
Ngannou admite dificuldades para manter foco em treinos durante o período da pandemia: ‘É estranho’
Companheiro de equipe de Covington, Pedro Munhoz contesta críticas a norte-americano

“Khabib é um frouxo. Justin é legal. Justin assinou o contrato e vamos lutar como homens. Você (Nurmagomedov) não é uma águia (apelido do russo). Se você for uma águia, então tenha culhão de vir aqui, cara. Não precisava ir para lá (Rússia). Nós temos dois caras aqui dispostos a arriscar tudo para manter os esportes na ativa”, disparou o norte-americano.

Gaethje aceitou o desafio de encarar o ‘Bicho Papão’ sem poder realizar um plano de treinos adequado para o show. Além de aceitar lutar com poucas semanas para a preparação, o combatente, assim como outros atletas, não pode frequentar a academia normalmente e teve de reduzir o número de companheiro de treinos seguindo as recomendações do isolamento social. Mesmo com cenário desfavorável, Justin foi elogiado por Tony, que exaltou as qualidades do novo rival.

”Justin é um lutador muito forte, muito perigoso. Tem boas mãos, tem um condicionamento decente. Ele vai estar pronto, e ele vai fazer o que for preciso para sair com a vitória. Ele vai bater o peso, diferentemente de outras pessoas, e treina até cansar. Não vai ter surpresa, as pessoas vão ver uma luta muito, muito boa”, afirmou ‘El Cucuy’.

Por fim, Ferguson justificou o motivo de aceitar lutar durante a pandemia e tentou mostrar o motivo de, tanto ele quanto o UFC, estarem trabalhando para o retorno do esporte mesmo em um momento tão delicado da história.

“É para dar esperança às pessoas. Estamos dando um pouco de luz, de energia para as pessoas seguirem em frente, para que as pessoas saibam que as coisas podem acontecer mesmo quando estão difíceis. Sou um campeão. Não fujo de tempestades, corro em sua direção. Enfrento essas coisas de frente. Tenho minha fé, que me mantém forte. Não importa o que mais esteja acontecendo no mundo. Sempre precisa haver um cara forte, um soldado, uma pessoa para enfrentar, e farei isso”, finalizou.

Com Khabib oficialmente fora de ação, Tony e Gaethje se enfrentarão em disputa pelo título interino dos leves (até 70,3kg.). O vencedor da luta principal deste sábado deve enfrentar o campeão linear, Khabib.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments