Sem luta para McGregor, Dana White dá conselho a irlandês para próximo passo no UFC

Desafiado recentemente por Anderson Silva e Kamaru Usman, ‘Notório’ não sabe qual será seu próximo compromisso; mandatário faz sugestão para futuro

D. White (esq.) e C. McGregor (dir.) em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @thenotoriousmma

Mesmo sem ostentar um cinturão do UFC há mais de dois anos, Conor McGregor segue como um dos principais nomes da organização. O atleta, que fez seu retorno ao esporte no início deste ano, no entanto, está sem adversário para uma próxima apresentação. Pensando no futuro de sua estrela, o presidente da empresa, Dana White, disse não estar negociando um confronto para o irlandês e deu um conselho sobre as ações do ‘Notório’ para o futuro.

Veja Também

Dana revela pedido astronômico de Jones para enfrentar Ngannou e campeão responde: ‘Tenha decência’
Wanderlei Silva sobre enfrentar Tyson no ‘boxe sem luvas’: ‘Ele nunca lutou na mão seca’
UFC planeja revanche entre Jéssica Andrade e Rose Namajunas para 11 de julho, na ‘Ilha da Luta’

“Conor e eu não chegamos a falar sobre luta. Se você é o Conor e está sentado em casa, com todos te desafiando, em todas as categorias, quem será o próximo? Estou esperando Daniel Cormier desafiá-lo. Ele tem personalidade forte e vai te responder”, disse White em entrevista à ‘ESPN’.

A mais nova investida sobre McGregor veio de um velho conhecido do mundo do MMA. O lendário Anderson Silva, que recentemente completou 45 anos, entrou na lista de lutadores que desafiaram o ‘Notório’. Dana, porém, deu um conselho ao ex-campeão dos penas (até 65,7kg.) e leves (até 70,3kg.) sobre os próximos passos de sua carreira.

“Eu acho que o que Conor precisa fazer é sentar e esperar as lutas que estão marcadas acontecerem. Obviamente, a divisão mais importante é a dos leves. Vamos ver como as coisas andam”, sugeriu o ‘chefão’.

McGregor fez história ao conquistar o cinturão dos leves em 2016, quando tomou o título de Eddie Alvares. O irlandês, no entanto, nunca chegou a defender o posto de campeão, sendo destituído da posição por inatividade. O combatente tentou recuperar a coroa, em outubro de 2018, mas acabou batido por Khabib Nurmagomedov na luta mais assistida da história do MMA.

Após o revés, Conor se afastou do esporte por um ano, vindo a retornar apenas em janeiro deste ano. No confronto, o lutador encarou Donald Cerrone na divisão até 77kg. Mais pesado, o ‘Notório’ deu um verdadeiro show ao nocautear o rival com menos de um minuto.

A boa atuação entre os meio-médios rendeu ao irlandês um convite recente de atuar contra o atual campeão da divisão, Kamaru Usman. O desafio foi feito pelo próprio detentor do cinturão. A diretoria do UFC, no entanto, não vê com bons olhos o desafio no momento.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments