Covington provoca Woodley após derrota para Durinho: ‘Sabia que estava acabado’

Norte-americano afirma que ex-campeão de 38 anos está falido e permanece lutando apenas pelos pagamentos

C. Covington (esq.) provoca T. Woodley (dir.) após derrota para G. Durinho. Foto: Montagem SL/MMA Press

Não demorou muito para que o polêmico Colby Covington comentasse a derrota de Tyron Woodley para Gilbert Durinho ocorrida no último sábado (30). Depois de assistir o ex-campeão dos meio-médios (até 77kg.) ser dominado por cinco rounds pelo brasileiro, o ‘Caos’ se manifestou sobre o confronto e fez críticas à performance do compatriota.

Veja Também

Stipe Miocic dá resposta dura em fã que questionou publicação antirracismo
Sem vencer há três anos, Cody Garbrandt se diz pronto para recuperar cinturão: ‘Enfrentei meus demônios’
Blachowicz comenta abandono de cinturão por Jon Jones: ‘Acho que só está jogando’

“Eu sabia que Woodley estava acabado. Sabia que ele estava lutando apenas pelo pagamento. Você viu na última luta dele contra Kamaru Usman. Não existe mais vontade nele. Ele faliu há alguns anos. Quando foi a última vez que o cara ganhou um round? Três, quatro anos?”, provocou Colby em entrevista ao ‘Submission Radio’.

Com o revés para Durinho, Woodley chegou à sua segunda derrota consecutiva na organização. Percebendo o mau momento do compatriota dentro do UFC, Covington, então, aproveitou para sugerir que o ex-campeão pendure as luvas.

“Ele não deveria continuar lutando, mas o que é triste neste negócio é que esses caras têm que seguir atuando para pegar seus cheques, mesmo que estejam velhos e de muletas. Eles não sabem administrar seu dinheiro”, finalizou.

Antes de aceitar o duelo contra Gilbert, Tyron cogitou trocar forças contra Colby, que foi o último desafiante ao cinturão da categoria. As partes, no entanto, não se acertaram e o brasileiro assumiu o protagonismo do confronto.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments