A uma luta do fim de contrato com o UFC, Rafael dos Anjos cita possíveis adversários

Ex-campeão dos leves mira último desafio, cita boa relação com a empresa e fala sobre renovação

R. dos Anjos (foto) testá a uma luta do fim de seu contrato com o UFC. Foto: Reprodução/ Facebook Ufc

Um dos principais nomes brasileiros na história recente do Ultimate, Rafael dos Anjos está próximo do fim de seu vínculo com a empresa. A uma luta de encerrar o contrato, o ex-campeão dos leves (até 70,3kg.) sugeriu possíveis adversários para sua possível despedida, mas não descartou renovar o acordo com a companhia.

Veja Também

Stipe Miocic dá resposta dura em fã que questionou publicação antirracismo
Sem vencer há três anos, Cody Garbrandt se diz pronto para recuperar cinturão: ‘Enfrentei meus demônios’
Blachowicz comenta abandono de cinturão por Jon Jones: ‘Acho que só está jogando’

“Eu quero lutar. Eu lutei em janeiro, então junho ou julho podem ser boas datas. Eu vou para a minha última luta no meu contrato com o UFC. Então, nós temos que ver se eles querem renovar comigo. Existem muitas variáveis”, disse o brasileiro em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Mesmo entendendo que um novo acordo possa não ser concretizado, no que depender de Dos Anjos, ele permanecerá calçando as luvas do Ultimate por mais um tempo. O atleta falou que a boa relação e os serviços prestados para Dana White e sua equipe podem influenciar na decisão da diretoria.

“Estou no UFC há muitos anos, desde 2008. Eu tenho uma grande relação com Dana White, lutei quase 30 vezes na organização e eu gostaria de renovar. Isso é o que eu quero, mas não depende só de mim. Depende deles também, se querem contar comigo”, afirmou Rafael.

Sobre oponentes para a última luta de seu contrato, o brasileiro citou três nomes que poderiam promover grandes combates para o atleta, que hoje figura na 9ª posição no ranking dos meio-médios (até 77kg.).

“Eu pensei no (Anthony) Pettis, porque uma vez ele disse que estava interessado em me enfrentar nos 77kg. Desde que ele enfrentou (Donald) Cerrone (em maio desse ano), eu acho que poderia ser a luta”, declarou o niteroiense.

Dos Anjos, porém, não descartou um embate contra um oponente que vem publicamente o provocando em entrevistas e redes sociais.

“Cara, (Santiago) Ponzinibbio é louco. O UFC nunca me disse nada. O cara não luta há mais de um ano e meio. Eu lutei quatro vezes desde sua última luta. Eu não tenho problemas em enfrentá-lo, mas ninguém me disse nada. Ele tem falado coisas online, é difícil entender, mas não tenho problemas em encarar Ponzinibbio”, completou.

Por fim, o brasileiro escalou o terceiro nome contra quem gostaria de fazer a última luta de seu contrato. Entendendo que não vive a melhor fase na carreira, o atleta explicou suas opções.

“Eu estou em uma situação que eu não posso desafiar qualquer pessoa. Eu venho de derrota e sei que está no passado e vou voltar. Mas, o que o UFC me oferecer que faça sentido… (…) Stephen Thompson e eu conversamos no passado. Poderia ser uma luta”, finalizou.

Atualmente, Dos Anjos está com 35 anos. O atleta soma 42 lutas como profissional no MMA, com 29 vitórias e 13 derrotas. O atleta ostentou o título dos leves da organização entre 2015 e 2016. O niteroiense também chegou a disputar o cinturão interino dos meio-médios em 2018, mas acabou derrotado por Colby Covington.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments