Henry Cejudo revela luta que o faria repensar na decisão de se aposentar

Fora do esporte desde o início de maio, quando defendeu seu antigo título dos galos contra Dominick Cruz, ‘Triplo C’ dá pistas sobre retorno ao esporte

H. Cejudo posa com seus cinturões e uma réplica de sua medalha olímpica. Foto: Reprodução/Instagram@henry_cejudo

Próximo de completar um mês desde que Henry Cejudo anunciou sua aposentadoria precoce no MMA, o ex-campeão dos moscas (56,7kg.) e galos (61,2kg.) pode repensar na decisão de deixar o esporte. Em conversa com o ‘TMZ Sports’, o ‘Triplo C’ falou sobre uma luta que poderia trazê-lo de volta ao UFC.

Veja Também

Fim do mistério! Abu Dhabi será o palco da ‘Ilha da Luta’ do UFC
Anderson Silva pede para Felipe Neto ‘parar de jogar contra o Brasil’ e leva resposta do youtuber
IMAGEM FORTE: Herbert Burns sofre corte profundo em grade do octógono no UFC 250
Conor McGregor critica UFC e justifica nova aposentadoria: ‘Não me animo mais’

“Como eu disse: eu fiz tudo no MMA. Eu acho que estou satisfeito com a minha carreira. Teria apenas uma luta que poderia me trazer de volta, que me faria acordar de manhã. Seria Alexander Volkanovski (campeão dos penas), aquele anão crescido. Eu adoraria fazer que ele dobrasse os joelhos. Ele já está quase lá”, provocou Cejudo.

Caso a diretoria do Ultimate se interesse em realizar a superluta, Dana White e sua equipe colocariam Henry na condição de conquistar o terceiro cinturão em categorias distintas. O feito nunca foi realizado por nenhum atleta dentro da organização.

Enquanto a organização não se manifesta sobre a possibilidade, Cejudo segue fora do UFC, tendo, inclusive, seu nome retirado dos rankings e seu cinturão retirado.

Freando o ímpeto do ‘Triplo C’, Dana já confirmou que a próxima luta pelo título dos penas deve marcar a revanche entre Volkanovski e o antigo campeão, Max Holloway, que se enfrentaram em dezembro do ano passado, pelo UFC 245.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments