Após UFC 250, Dana White descarta trilogia entre Amanda Nunes e Valentina Shevchenko

Presidente do Ultimate afirma que a 'Leoa' não é a luta certa para a quirguistanesa no momento e sugere outra superluta

D. White em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

Depois de assistir a mais uma performance implacável de Amanda Nunes no último sábado (6), pelo UFC 250, o presidente do Ultimate, Dana White, terá trabalho para encontrar a próxima adversária para a brasileira. O ‘chefão’, no entanto, descartou qualquer possibilidade de realizar a trilogia entre a ‘Leoa’ e a atual campeã das moscas (até 56,7kg.), Valentina Shevchenko.

Veja Também

Stipe Miocic sinaliza retorno ao octógono e empolga Daniel Cormier: ‘Chegou a hora’
Henry Cejudo revela luta que o faria repensar na decisão de se aposentar
Raphael Assunção se manifesta após dura derrota para Cody Garbrandt: ‘Desapontado comigo’

“Pela terceira vez? Mesmo Amanda tendo vencido duas? Não”, cravou White em coletiva realizada após o espetáculo deste final de semana.

A brasileira e a quirguistanesa se enfrentaram pela primeira vez em março de 2016, com vitória da ‘Leoa’ na decisão unânime dos juízes. Em 2017, desta vez na disputa do título das galos (até 61,2kg.), que já pertencia à baiana na época, a brasileira voltou a vencer, mas desta vez em decisão dividida.

White, no entanto, avalia outra superluta para Valentina, que segue incontestável desde que assumiu o posto de número um das moscas. Para o mandatário, seria viável realizar um confronto contra a campeã das palhas (até 52,1kg.), Weili Zhang.

“Eu não acho que essa é a luta certa para Valentina. Se você olhar para Amanda, ela é a rainha de duas categorias no momento (galos e penas). Acho que você veria mais umas duas vitórias de Weili e essa luta (contra Shevchenko) aconteceria antes de você ver Amanda lutando novamente”, explicou Dana.

Após cada vitória em seu cartel, Shevchenko tem deixado claro que ainda pretende fazer um novo desafio com Nunes, já que não considera que a brasileira tenha sido superior no último encontro entre elas. De qualquer forma, a quirguistanesa terá de esperar, caso queira encarar a baiana. Após o UFC 250, a ‘Leoa’ afirmou que dificilmente se apresentará novamente em 2020. A brasileira se prepara para se tornar mãe pela primeira vez e quer dedicar um tempo à família.

No último final de semana, Amanda se tornou a primeira mulher a defender dois cinturões em divisões distintas ao bater Felicia Spencer.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments