Cyborg critica bolsa de Amanda Nunes no UFC 250: ‘Deveria ganhar US$1 milhão por luta’

Antiga rival da ‘Leoa’, curitibana se manifesta ao saber que a baiana ganhou US$450 mil após derrotar Felicia Spencer no último sábado

C. Cyborg (Esq.) perdeu o título das penas para A. Nunes (dir.) em dezembro de 2018. Foto: Reprodução / YouTube @ufc

Considerada uma das maiores rivais da carreira de Amanda Nunes, Cris Cyborg se manifestou em defesa da compatriota ao saber dos valores recebidos pela baiana após o UFC 250, realizado no último sábado (6), em Las Vegas (EUA). Depois de tomar conhecimento que a ‘Leoa’ ganhou US$450 mil (cerca de R$2.182 milhões) ao vencer Felicia Spencer, a curitibana afirmou que a pojucana deveria ser mais valorizada.

Veja Também

Após UFC 250, Dana White descarta trilogia entre Amanda Nunes e Valentina Shevchenko
Stipe Miocic sinaliza retorno ao octógono e empolga Daniel Cormier: ‘Chegou a hora’
Henry Cejudo revela luta que o faria repensar na decisão de se aposentar

“Nunes merece receber US$1 milhão (aproximadamente de R$4.850 milhões) a cada luta. Espero que, no total, ela receba isso”, escreveu Cris em sua conta no ‘Twitter’.

Cyborg e Nunes criaram uma rivalidade que teve início no fim de 2018, quando a baiana chocou o mundo ao derrotar a compatriota na disputa do título das penas. Na ocasião, Amanda precisou de menos de um minuto para destronar a curitibana, que era conhecida como a mulher mais temida no MMA e não perdia desde sua estreia nas artes marciais mistas, em 2005.

Embora tenha deixado o Ultimate no ano passado, Cyborg ainda insiste em tentar promover uma revanche contra a ‘Leoa’. Agora atuando pelo Bellator, e ostentando o cinturão das penas da organização, Cris chegou a sugerir um espetáculo ‘cruzado’ entre o UFC e sua atual companhia.

Dos 24 combatentes que se apresentaram no UFC 250, Nunes foi a lutadora com maior bolsa.

Confira quanto cada atleta recebeu no UFC 250

Amanda Nunes – US$ 450 mil (cerca de R$2.182,5 milhões)

Felicia Spencer – US$ 125 mil (cerca de R$606,2 mil)

Raphael Assunção – US$ 79 mil (cerca de R$383 mil)

Cody Garbrandt – US$ 310 mil (cerca de R$1.500 milhões)

Aljamain Sterling – US$ 202 mil (cerca de R$979 mil)

Cory Sandhagen – US$ 80 mil (cerca de R$388 mil)

Neil Magny – US$ 158 mil (cerca de R$766,3 mil)

Anthony Rocco Martin – US$ 48 mil (cerca de R$232,8 mil)

Sean O’Malley – US$ 130 mil (cerca de R$639 mil)

Eddie Wineland – US$ 46 mil (cerca de R$223 mil)

Chase Hooper – US$ 27 mil (cerca de R$130,9 mil)

Alex Caceres – US$ 116 mil (cerca de R$562,6 mil)

Gerald Meerschaert – US$ 33 mil (cerca de R$160 mil)

Ian Heinisch – US$ 80 mil (cerca de R$388 mil)

Cody Stamann – US$ 72 mil (cerca de R$349,2 mil)

Brian Kelleher – US$ 33 mil (cerca de R$160 mil)

Charles Byrd – US$ 12 mil (cerca de R$58,2 mil)

Maki Pitolo – US$ 20 mil (cerca de R$97 mil)

Jussier Formiga – US$ 49 mil 237,6 mil)

Alex Perez – US$ 130 mil (630,5 mil)

Alonzo Menifield – US$ 14 mil (cerca de R$67,9 mil)

Devin Clark – US$ 96 mil (cerca de R$465,6 mil)

Evan Dunham – US$ 60 mil (cerca de R$291 mil)

Herbert Burns – US$ 24 mil (cerca de R$116,4 mil)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments