UFC 151 é cancelado e Lyoto enfrenta Jon Jones no UFC 152

Lesão no joelho de Hendo e rejeição de Sonnen por Jones foram os motivos da decisão

Jones negou luta contra Sonnen no UFC 151 e encara Lyoto no UFC 152 – Foto: Kevin C. Cox/Zuffa LLC

ATENÇÃO: Esta notícia está desatualizada. Clique aqui e veja novas informações sobre o caso

O que era apenas um rumor foi confirmado na tarde desta quinta-feira (23) pelo presidente do UFC, Dana White. O norte-americano Dan Henderson sofreu uma lesão no joelho durante os treinamentos e não terá condições de enfrentar Jon Jones pelo cinturão dos meio-pesados no UFC 151, dia 1 de setembro. Como o tempo para se conseguir um adversário era curto, a organização tomou uma decisão inédita e cancelou todo o programa de lutas do show.

LEIADana White confirma interesse em luta entre Anderson e St. Pierre

“Este é provavelmente um dos meus pontos baixos de todos os tempos do UFC”, disse Dana White, em um pronunciamento oficial. “Pela primeira vez em 11 anos, vamos cancelar um evento. Dan Henderson tem uma ruptura parcial do ligamento do joelho e não pode lutar”, completou o dirigente, que afirmou que apenas Chael Sonnen, aceitou enfrentar Jon Jones faltando apenas oito para o confronto, mas o campeão rejeitou a luta devido a troca de adversário ter sido em cima do hora.

MAISDana imagina luta entre Ronda e Cyborg no UFC

A organização não informou como serão devolvidos os ingressos e os pacotes de PPV já comprados para o evento.

Lyoto disputa o cinturão
Por outro lado,quem ganha sua nova oportunidade de disputar o título da divisão é o brasileiro Lyoto Machida, que será o próximo desafiante de Jon Jones. O duelo acontece já no UFC 152, dia 22 de setembro, em Toronto, no Canadá.

“Essa luta (Jones contra Hendo) está cancelada. Agora teremos Jon Jones contra Lyoto Machida, no UFC 152, dia 22 de setembro em Toronto, no Canadá”, disse Dana, encerrando o pronunciamento claramente perturbado com o cancelamento do UFC 151.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário