Cinco motivos para assistir ao UFC 252, com Miocic x Cormier pelo cinturão dos pesados, Cigano e mais três brasileiros

Stipe Miocic e Daniel Cormier encerram a trilogia histórica e definem quem fica com o título dos pesados; Júnior Cigano, Herbert Burns, Livinha Souza e Virna Jandiroba são os brasileiros no evento

S. Miocic (esq.) e D. Cormier (dir.) se encaram antes do UFC 252. Foto: Reprodução/Instagram

Chegou o grande momento. Após quase um ano de espera, os fãs de MMA poderão acompanhar o desfecho da trilogia entre Stipe Miocic e Daniel Cormier, que se enfrentam neste sábado (15), pelo UFC 252, em Las Vegas (EUA). A luta será válida pelo cinturão dos pesados (até 120,2kg.) e promete muita emoção. Ao todo, o espetáculo trará 11 apresentações para os espectadores.

Veja Também

Como assistir o UFC 252, com Miocic x Cormier, AO VIVO pela televisão e internet
Podcast SUPER LUTAS #004 debate as vitórias de Weidman e Lewis e o esquenta para o balado UFC 252; Escute!
Junior Cigano é azarão contra Jairzinho Rozenstruik no UFC 252

A luta principal da noite colocará fim a uma rivalidade criada em 2018, quando DC subiu dos meio-pesados (até 93kg.) e se arriscou contra um dos melhores atletas da história da categoria até 120kg. Cormier venceu, mas acabou perdendo na revanche, um ano depois. Agora, chegou a hora do capítulo final.

Além da disputa de cinturão, o Ultimate também promoverá mais uma apresentação de Sean O’Malley. Candidato a nova estrela da organização, o atleta enfrentará Marlon Vera na luta co-principal.

Ex-campeão dos pesados, Júnior Cigano também está presente na organização. O brasileiro tem um duro compromisso contra Jairzinho Rozenstruik em confronto que tem tudo para não durar três rounds.

Além de Cigano, o Brasil contará com mais três representantes: Herbert Burns, Livinha Souza e Virna Jandiroba.

Para entrar no clima, nossa equipe selecionou cinco motivos para acompanhar o UFC 252. Confira:

1) Miocic x Cormier: último ato

D. Cormier (dir.) segue em busca da revanche contra S. Miocic (esq.). Foto: Montagem SL

Em 2017, Daniel Cormier agitou o mundo do MMA com a notícia de que deixaria a divisão dos meio-pesados e se arriscaria na categoria até os 120kg. Na época, Miocic ostentava o título do grupo e topou bater de frente com o então campeão entre os competidores até 93kg.

No primeiro encontro, pelo UFC 226, Daniel acabou surpreendendo e saiu vitorioso com um nocaute no fim do primeiro round. O segundo encontro acabou acontecendo pouco mais de um ano depois, em agosto de 2019.

Para a segunda batalha, Miocic evitou cometer os mesmos erros do confronto que resultou na perda de seu cinturão. Mesmo assim, Stipe acabou pressionado nos rounds iniciais e perdia o confronto no UFC 241, quando, inteligentemente, mudou a estratégia e conseguiu virar uma luta que, para muitos, se encaminhava para um final negativo para o norte-americano. No quarto round, Miocic conseguiu devolver o nocaute sofrido em 2018 e recuperou o trono.

Agora, a hora da verdade. Dois anos após dividirem o octógono pela primeira vez, os combatentes voltam a trocar forças no embate que, segundo Dana White, além do campeão, definirá o melhor peso pesado da história do UFC.

2) O adeus de DC

D. Cormier está próximo da aposentadoria. Foto: Reprodução/Instagram @dc_mma

Embora tenha se mostrado, ao longo de sua carreira, um atleta completo, o tempo passa para todos e, para Cormier, não é diferente.

Com dois cinturões pelo Ultimate e considerado como um dos melhores combatentes da história recente do esporte, DC acredita que chegou a hora de dizer adeus. Aos 41 anos e com uma trajetória vitoriosa nas artes márcias mistas, Cormier vem, nos últimos meses, afirmando que a luta contra Miocic, além de encerrar a trilogia entre eles, definirá sua retirada do esporte, independente do resultado.

Há anos, Daniel declarava publicamente que não tinha interesse em permanecer lutando depois que completasse 40 anos. O atleta, no entanto, acabou forçado a adiar os planos pelo sonho de se retirar do MMA como campeão.

Caso cumpra o prometido, Cormier deixará o esporte com 25 confrontos em seu cartel profissional. Até o momento, o norte-americano soma 22 triunfos, uma luta sem resultado e apenas dois reveses.

3) Cigano e a busca pela redenção

J. Cigano (esq.) em encarada com J. Rozenstruik (dir.) para o UFC 252. Foto: Reprodução/Instagram

Ex-campeão dos pesados, Júnior Cigano amarga o pior momento de sua carreira. Vindo de duas derrotas consecutivas, algo inédito em sua trajetória no MMA, o brasileiro tem um encontro perigoso contra Jairzinho Rozenstruik.

Júnior não vence um confronto desde março do ano passado. Em suas últimas duas apresentações, o catarinense acabou perdendo por nocaute para Francis Ngannou (2019) e Curtis Blaydes (2020).

O confronto contra Jairzinho, então, pode servir de recomeço para o brasileiro, que, há quase nove anos, chegou ao topo de uma das divisões mais competitivas do UFC.

4) Sean O’Malley: nasce uma estrela

S. O’Malley (foto) é candidato ao posto de novo fenômeno do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Entra ano e sai ano, diversos candidatos a novos fenômenos do MMA acabam ficando pelo caminho. No entanto, o Ultimante, agora, tem em mãos um atleta que possui características importantes para se tornar uma estrela.

Polêmico, irreverente, carismático… e bom lutador. Com apenas 25 anos, o norte-americano vem enchendo os olhos dos fãs com atuações irreparáveis.

Invicto em 12 apresentações nas artes marciais mistas, o combatente se apresenta neste sábado e trava seu quarto duelo desde sua estreia oficial pelo UFC. Pela frente, o atleta terá Marlon Vera, que topou o desafio de tentar frear a nova revelação da empresa.

Os atletas assumiram a luta co-principal da noite e o encontro entre ambos promete muita emoção.

5) Esquadrão brasileiro

H. Burns (esq.) em encarada com D. Pineda (dir.) para o UFC 252. Foto: Reprodução/Instagram

Além de Júnior Cigano, o Brasil contará com mais três representantes no card deste final de semana. No card preliminar, antes da luta do ex-campeão dos pesados, Herbert Burns subirá ao octógono pela terceira vez em 2020 e tentará manter os 100% de aproveitamento, contra o estreante Daniel Pineda, desde sua estreia oficial pelo Ultimate. Promessa tupiniquim para a divisão dos penas (até 65,7kg.), o niteroiense vem de quatro vitórias no primeiro round em sequência. Pelo UFC, Burns tem um nocaute e uma finalização.

No card preliminar, as mulheres serão as responsáveis por levar o verde e amarelo no card norte-americano. Primeira brasileira a subir no octógono, Livinha Souza tem compromisso contra Ashley Yoder, em confronto disputado na divisão das palhas (até 52,1kg.). Vindo de derrota para Brianna Van Buren, a paulista precisa vencer a norte-americana, que também perdeu em sua última luta, para retomar o sonho de chegar ao topo da categoria.

Anda na divisão das palhas, a segunda brasileira escalada para UFC 252 fará sua nova apresentação. Chegando à terceira peleja desde sua estreia no Ultimate, Virna Jandiroba vai colocar seu jiu-jitsu de excelência em jogo contra a experiente Felice Herrig. A baiana busca a segunda vitória consecutiva e, caso triunfe, pode sacramentar a despedida da norte-americana, que vem de dois reveses consecutivos.

Ficha técnica do UFC 252

Data: 15 de agosto de 2020

Horário: A partir das 20h (horário de Brasília)

Local: UFC Apex, Las Vegas, Nevada, EUA

Como assistir: SUPER LUTAS AO VIVO em tempo real e Canal Combate (todo o card) pela TV

CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):

Peso pesado: Stipe Miocic x Daniel Cormier – Luta pelo cinturão

Peso galo: Sean O’Malley x Marlon Vera

Peso pesado: Júnior Cigano x Jairzinho Rozenstruik

Peso pena: Herbert Burns x Daniel Pineda

Peso galo: John Dodson x Merab Dvalishvili

CARD PRELIMINAR (20h, horário de Brasília)

Peso leve: Jim Miller x Vinc Pichel

Peso palha: Felice Herrig x Virna Jandiroba

Peso pena: TJ Brown x Danny Chavez

Peso-palha: Ashley Yoder x Livinha Souza

Peso pesado: Chris Daukaus x Parker Porter

Peso pena: Kai Kamaka III x Tony Kelley

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments