Veterano do MMA, Jon Fitch anuncia aposentadoria após derrota para Neiman Gracie no Bellator 246

Aos 42 anos, atleta entende que revés para brasileiro é determinante para pendurar as luvas e deixa o esporte com 43 apresentações profissionais

J. Fitch anunciou a aposentadoria no MMA após derrota no Bellator 246. Foto: Reprodução/Instagram

A derrota para Neiman Gracie no último sábado (12), pelo Bellator 246, acabou sendo determinante para uma decisão importante do veterano Jon Fitch. Finalizado pelo brasileiro no segundo round, o atleta de 42 anos anunciou sua aposentadoria do MMA e falou com tranquilidade sobre a decisão após o revés.

Veja Também

Archuleta vence Mix e conquista cinturão dos galos no Bellator 246; Neiman Gracie finaliza Jon Fitch
Dana White não se mostra surpreso com novo escândalo envolvendo Conor McGregor
VÍDEO: Assista à finalização de Neiman Gracie sobre Jon Fitch no Bellator 246

“Estou me divertindo, mas, ao mesmo tempo, o corpo não reage mais do jeito que eu quero. A recuperação não é a mesma. Eu não quero fazer um caminho sujo, então, acho que é um grande momento. 32 vitórias, oito derrotas, dois empates e uma luta sem resultado. Muito bom. Eu ganhei títulos, venci e Neiman é um grande lutador e um ótimo cara. Espero que ele continue melhorando e se torne campeão. Seria incrível”, disse o veterano em entrevista ao ‘MMA Junkie’.

Profissional no MMA desde 2002, Fitch teve uma carreira vitoriosa e viveu o auge da sua carreira quando disputou o cinturão dos meio-médios (até 77kg.) do UFC contra Georges St.Pierre, em 2008. Conhecido mundialmente por sua consistência nos combates, o atleta também passou pelo WSOF, PFL e, nos últimos anos, calçou as luvas do Bellator. O norte-americano, então, lembrou momentos importantes em sua trajetória nas artes marciais mistas.

“Os dois maiores momentos (da carreira) foram a luta contra GSP (St.Pierre) e quando eu lutei no Brasil (contra Eric Silva), por causa de tudo o que envolvia aquelas lutas. Tudo foi incrível. A luta pelo cinturão no ‘World Series of Fighting’ (WSOF), enfrentar Jake Shields no Madison Square Garden. Aquela luta foi incrível”, comentou.

Por fim, Fitch avaliou sua trajetória no esporte como positiva. Para o atleta, ele deixa o esporte com a cabeça erguida, ciente de que deixou, de alguma forma, sua marca por onde passou.

“Foi selvagem. Eu não tive tempo de sentar e refletir, por que eu estava envolvido, mas estou orgulhoso de tudo o que eu fiz. Alguns erros aqui e ali no caminho, mas foi uma boa jornada. É algo para meus filhos olhares e admirarem quando tiverem idade para entender”, finalizou.

Em suas redes sociais, Jon divulgou um vídeo que registrou sua entrada para aquela que marcou sua última luta na carreira.

“Última vez fazendo a entrada. A maioria nunca saberá a sensação. Vou me lembrar disso para sempre. Não será a última vez que me verão, mas é a última vez que me assistirão lutando com um homem de cueca”, escreveu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments