Dana White não se mostra surpreso com novo escândalo envolvendo Conor McGregor

Presidente do UFC afirmou que o irlandês é um dos poucos lutadores capazes de mobilizar os fãs de MMA e oferece ajuda

D. White comenta situação de C. McGregor. Foto: Reprodução/YouTube UFC

Apesar de estar aposentado, se engana quem pensa que Conor McGregor saiu de cena e vive tranquilamente com sua família na Irlanda. No sábado (12), o astro europeu foi preso, na Ilha de Córsica, na França, por suspeita de tentativa de agressão sexual e exposição indecente, foi liberado em seguida, porém o estrago em sua reputação já estava feito. Após a realização do UFC Las Vegas 10, nos EUA, Dana White comentou a respeito da nova polêmica na vida de ‘Notorious’ e não só relatou sua experiência ao sair com o ex-campeão do peso pena (65,8kg) e leve (70,3kg) da organização, como informou que, de fato, coisas estranhas acontecem.

Veja Também

Conor McGregor é preso acusado de agressão sexual
Presidente do Bellator admite interesse em Brock Lesnar e oferece superluta contra Fedor
VÍDEO: Assista os melhores momentos da batalha entre Michelle Waterson x Angela Hill no UFC Las Vegas 10
Em luta equilibrada, Michelle Waterson supera Angela Hill por pontos no UFC Las Vegas 10

“Essas confusões acontecem com pessoas de determinado estilo de vida. Às vezes, é difícil mudar e voltar a ser normal. Não estou defendendo McGregor, de maneira nenhuma. Não sei muito sobre a situação, mas já saí com ele e, realmente, é uma loucura! Quando McGregor explodiu, apareceu em um local com tantos seguranças, que achei ridículo, porque ninguém precisa de tanta proteção. Pensei que ele gastaria todo seu dinheiro dessa forma. Eu e Lorenzo (Fertitta) nos encontramos com ele, uma noite, e foi insano! Você não entende o quão grande McGregor é, até que saia com ele. Ele mexe com os jovens e com os mais velhos. As pessoas estavam enlouquecendo, gritando, pulando das mesas de blackjack, deixando o dinheiro lá e para correrem atrás de McGregor. Eu nunca vi nada assim! Imagina como deve ser na Europa?”, contou Dana na coletiva de imprensa pós-evento.

Mesmo sem saber mais detalhes sobre o ocorrido, o presidente do UFC tentou entender o motivo de McGregor se comportar dessa forma publicamente e, caso seja necessário, se colocou à disposição para ajudá-lo.

“Aposentado ou não, uma pessoa não pode se meter e causar problemas. Quando se luta há muito tempo e enriquece, simplesmente, a vontade de lutar não é mais a mesma. Muitos acham que McGregor não se aposentou para valer, mas não sei. Veremos o que acontece. A princípio, McGregor está aposentado e não falei com ele. Tenho certeza que McGregor não precisa da minha ajuda ou de algum conselho, mas, se precisar, pode me ligar”, finalizou.

Aos 32 anos, Conor McGregor ampliou sua lista de problemas. Anteriormente, o irlandês atacou um dos ônibus do UFC, lançando um carrinho-de-mão, na tentativa de ferir Khabib Nurmagomedov, mas acabou atingindo outros atletas, discutiu e agrediu um idoso em um pub, quebrou o celular de um fã e chegou a ser acusado de tentativa de estupro, porém a queixa foi retirada. No âmbito esportivo, a última aparição de ‘Notorious’ aconteceu em janeiro de 2020, quando nocauteou Donald Cerrone, em apenas 40 segundos, faturando um dos bônus de performance.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments