Israel Adesanya mostra humildade ao enaltecer Anderson Silva e nega comparações: ‘Ele é único no MMA’

Campeão do peso médio não se ilude com o sucesso e deseja focar no próprio legado, sem pensar nos feitos do brasileiro

I. Adesanya enaltece A. Silva. Foto: Reprodução/Inatagram @stylebender

Não é de hoje que o sucesso de Israel Adesanya, no MMA, faz com que os fãs e a imprensa enxerguem semelhanças e o comparem com Anderson Silva. No entanto, o campeão do peso médio (83,9kg) do UFC não leva isso adiante, apesar de admitir ser fã da lenda brasileira.

Pelo contrário, após nocautear Paulo Borrachinha, no UFC 253, evento realizado no sábado (26), em Abu Dhabi, o nigeriano mostrou humildade ao destacar os feitos de Anderson e negou a intenção de superar o legado do ex-número um da categoria e sim a de focar e ampliar as próprias marcas.

Veja Também

Após nocautear Borrachinha no UFC 253, Adesanya continua provocando o rival: ‘É burro’
Adesanya critica provocações de Borrachinha e dedica vitória a todos que sofrem bullying
Dana critica atuação de Borrachinha no UFC 253: ‘De luta do ano a dominação do ano’
Novo campeão, Blachowicz pede luta contra Jon Jones, mas não descarta Marreta como próximo adversário
Campeões, Israel Adesanya e Jan Blachowicz faturam bônus de performance no UFC 253

“Anderson defendeu o cinturão dos médios por muito tempo e deu show nos meio-pesados (93kg) em algumas lutas. Minha meta não é repetir os feitos de Anderson. Não haverá outro Anderson. Não é sobre quantidade e sim sobre qualidade. Essa é a minha 100ª vitória nos esportes de combate. Faço isso há muito tempo e não miro o legado de Anderson e sim o meu”, disse Adesanya na coletiva pós-evento.

Mesmo com o título da organização e com um alvo em suas costas, o nigeriano ressaltou a importância de manter os pés no chão e explicou que o mais importante para ele é se testar contra os melhores atletas e vencê-los.

“Para me tornar o melhor médio da história, tenho que continuar dessa forma. Escutando meus treinadores e parceiros de academia. Sou leal a quem está comigo desde o início. A City Kickboxing é a melhor equipe! O ouro fica bonito numa pele escura, mas não significa nada. O que importa são as vitórias e os nomes que você supera. O que eu quero é lutar. Esse é o meu legado”, finalizou.

Vale lembrar que Anderson Silva é o atleta com a maior sequência de vitórias na história do peso médio do UFC, com 13. Em segundo, já aparece o nome de Israel Adesanya, com nove. O nigeriano, que chegou ao UFC em 2018, chocou a comunidade do MMA ao se tornar campeão da categoria no ano seguinte.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Duka Cordeiro
Duka Cordeiro
26 dias atrás

Esse cara luta como se estivesse atuando em um filme. Tem talento para lutar