UFC demite peso pesado condenado a 22 meses de prisão na Austrália

Empresa aproveita situação envolvendo Ben Sosoli e opta por romper o vínculo do lutador; atleta deixa a organização sem vitórias

B. Sosoli foi dispensado pelo UFC após condenação na Austrália. Foto: Reprodução/Instagram

A bomba envolvendo o peso pesado, Ben Sosoli, que foi condenado recentemente a 22 meses de prisão após agredir um homem em um bar, em Melbourne, na Austrália, enquanto trabalhava como segurança, acabou refletindo em sua carreira no UFC. Após o julgamento, a empresa optou por romper relações com o atleta, que, agora, não faz mais parte do corpo de lutadores. A informação foi divulgada pelo MMA Fighting.

Veja Também

Khabib Nurmagomedov minimiza experiência de Justin Gaethje no wrestling: ‘Não usa como eu’
Gaethje não se intimida com histórico de Khabib e promete ser o atleta e homem superior: ‘Ele vai desistir’

Com a decisão, Sosoli deixa o Ultimate sem ter conquistado uma vitória sequer. Com estreia oficial pela empresa em outubro do ano passado, o australiano teve duas apresentações, perdendo uma e somando uma luta sem resultado.

Ben chegou ao UFC após sua participação no ‘Dana White’s Contender Series’, em agosto de 2019. Em sua última luta, o combatente foi nocauteado pelo brasileiro Marcos Pezão.

Outras dispensas

Além de Sosoli, a barca do Ultimate também passou para mais dois atletas. A também australiana Nadia Kassem foi dispensada pela companhia após duas derrotas consecutivas em três lutas disputadas.

Conhecido como ‘O Tarântula’, Dequan Townsend também não conseguiu escapar do corte. O norte-americano não resistiu a quatro derrotas consecutivas e deixa a empresa sem ter conquistado nenhuma vitória.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments