Georges St-Pierre revela conflito interno sobre voltar ao MMA: ‘Vou me arrepender?’

Lenda do esporte, canadense tem sido especulado como possível adversário de Khabib Nurmagomedov em um futuro próximo

G. St-Pierre ainda não sabe se voltará ao octógono para mais uma apresentação. Foto: Reprodução/Instagram @georgesstpierre

Uma das maiores lendas da história do MMA, Georges St-Pierre revelou estar vivendo um grande conflito interno. Sem atuar desde 2017, o ex-campeão dos meio-médios (até 77kg.) e médios (83,9kg.) admitiu dificuldades para decidir se voltará a calçar as luvas para uma superluta contra Khabib Nurmagomedov.

Veja Também

Khabib Nurmagomedov minimiza experiência de Justin Gaethje no wrestling: ‘Não usa como eu’
Gaethje não se intimida com histórico de Khabib e promete ser o atleta e homem superior: ‘Ele vai desistir’
Marlon Moraes afirma que Cory Sandhagen, rival deste sábado, é versão melhorada de Dominick Cruz

“Por que retornar agora? Mas também por que não retornar agora? Só vivemos uma vez. Essa é a questão que estou enfrentando. Se eu tiver uma oportunidade de fazer isso, todos os astros se alinharem e eu não fizer (pensativo). Eu diria que estou em meus melhores anos, vou me arrepender quando chegar aos 50? Não sei”, disse o canadense, em entrevista à ‘ESPN’.

Embora esteja, de fato, cogitando a ideia de voltar à ativa para um novo desafio, o atleta de 39 anos tentou explicar o que o mantém receoso para topar a volta. Segundo Georges, o ‘fator acomodação’ pode ser fatal e a decisão deve ser muito bem pensada.

“Eu me sinto meio satisfeito, e a satisfação é a morte para o atleta, você terminou. Você acaba quando estiver satisfeito. Estou num estado mental de que não tenho muita certeza sobre um retorno. Os astros devem estar perfeitamente alinhados. Quando me aposentei, tentamos fazer a luta acontecer (contra Khabib). Eu estava tentando e o UFC não quis. Agora, dois anos se passaram. Não sei se o UFC vai mudar de ideia”, contou.

É fato que St-Pierre, com um histórico vencedor no esporte, vê com bons olhos a oportunidade de encarar um dos maiores nomes da história recente do Ultimate e que segue invicto no MMA. O canadense, no entanto, afirma que não sonha em tentar tomar o cinturão dos leves (até 70,3kg.) de Khabib. Segundo a lenda, o corte de peso seria cruel. Desta forma, o objetivo se encaixa, somente, na chance de se testar contra um grande adversário.

“Faz muito tempo que não perco peso. Se eu cair para 70,3kg, meu desempenho acaba ficando comprometido. Eu sei que Khabib é quase do mesmo tamanho que eu. Isso é uma vantagem para ele. Se cortarmos mais peso, ele será capaz de se recuperar mais do que eu. Ele já está acostumado, nunca fui um grande fã do corte de peso. Mesmo quando eu era meio-médio, tinha 83kg.”, finalizou.

Georges estreou como profissional no MMA em janeiro de 2002. Em 28 confrontos, foram 26 triunfos e apenas dois reveses.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments