Insatisfeito com mistério sobre adversário, Khamzat Chimaev sonha alto: ‘O cinturão está chegando’

Invicto no MMA, promessa sueca acusa atletas de estarem com medo de sua ascensão e garante estar pronto para vencer Kamaru Usman e Israel Adesanya

K. Chimaev segue buscando um adversário no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Khamzat Chimaev está vivendo o lado bom e ruim de sua ascensão meteórica. O bom, porque suas impressionantes atuações no UFC o tornaram conhecido mundialmente. O ruim, porque seu domínio sobre os adversários está afugentando muitos atletas.

PUBLICIDADE:

Na coletiva de imprensa do UFC Ilha da Luta 6, evento que será realizado neste sábado (17), em Abu Dhabi, a promessa sueca, novamente, mostrou confiança de que já é capaz de não só bater os tops, do peso meio-médio (77,6kg) e médio (83,9kg), como também destronar os campeões, Kamaru Usman e Israel Adesanya, respectivamente.

Veja Também

“(Darren) Till é um cara legal, mas não está no meu nível. Vou derrubar e esmagá-lo. Pedi para ele vir para Abu Dhabi, porque sigo esperando. Também quero lutar contra Demian. Pode ser que eu o estrangule e pegue a faixa-preta. Se ele quiser lutar comigo, estou pronto. Para mim, não importa quem seja. Amo lutar! O cinturão está chegando. O que eles vão fazer? Venci todos os meus oponentes pela via rápida. O UFC tem que me dar o cinturão. Treino duro na academia e sempre estou lá. Estou pronto para todos. Pode ser Usman ou Adesanya”, disse um confiante Chimaev.

PUBLICIDADE:

Com a demora para a definição do próximo adversário, Chimaev acusou os atletas de estarem com medo e informou que uma das coisas que o distrai é, justamente, a interação com o público.

“Não sei contra quem vou lutar. Estou esperando. Muitos lutadores falam que não estou no top-10, que não sou conhecido, mas, se todos falam de mim, como não me conhecem? Acho que estão com medo e dizem besteira. Os fãs sabem quem eu sou, falam comigo, tiram fotos e amo isso. É uma boa energia”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Khamzat Chimaev estreou em julho, na primeira temporada da ‘Ilha da Luta’, voltou ao octógono dez dias depois, sua terceira aparição foi em Las Vegas, nos EUA, e durou apenas 17 segundos. A próxima será a luta principal e a expectativa é de que o adversário seja um top-15 do peso meio-médio ou médio. Os nomes que lideram a corrida são Neil Magny e Ian Heinisch.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano



Comentários

Deixe um comentário