Depois de desafiar Shevchenko, Jéssica Bate-Estaca avalia eventual luta contra campeã

Após estreia convincente no peso mosca, no UFC Ilha da Luta 6, brasileira afirma que suas qualidades podem dificultar o jogo da quirguistanesa

J. Andrade em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

Depois de atropelar Katlyn Chookagian em sua estreia no peso mosca (até 56,7kg.) e desafiar a campeã Valentina Shevchenko, Jéssica Andrade não podia estar mais confiante. Na coletiva realizada após o UFC Ilha da Luta 6, promovido neste sábado (17), em Abu Dhabi, a paranaense afirmou ter condições de chocar o mundo e destronar a quirguistanesa, líder do grupo desde 2018.

Veja Também

VÍDEO: Assista o nocaute de Jéssica Bate-Estaca sobre Katlyn Chookagian no UFC Ilha da Luta 6
Jéssica Bate-Estaca salva noite brasileira, vence número um e pede disputa de cinturão
Jéssica Bate-Estaca fatura bônus de ‘Performance da Noite’ após nocaute no UFC Ilha da Luta 6
Em apresentação de gala, Brian Ortega supera ‘Zumbi Coreano’ e se aproxima de luta por cinturão

“Eu acredito que nessa categoria (peso mosca) eu possa fazer uma diferença e fazer frente para a Valentina. É uma vontade que eu sempre tive. Não só aqui dentro da organização, mas fora, era para a gente ter lutado. Isso ficou marcado em mim. Então, espero que eu tenha essa oportunidade de lutar contra a Valentina e, com certeza, vou fazer uma grande diferença. Nessa categoria, vou dar muito show ainda”, afirmou.

Neste final de semana, além de surpreender com uma atuação segura e contundente contra Chookagian, Andrade fez história ao se tornar a primeira mulher a se testar em três categorias de peso diferente. Ex-campeã das palhas (até 52,1kg.) na empresa, Andrade, agora, deve assumir a primeira posição no ranking liderado por Shevchenko.

Embora esteja no radar da paranaense, Valentina está com compromisso marcado na companhia. A lutadora fará sua quarta defesa de cinturão contra a brasileira Jennifer Maia, em 21 de novembro, pelo UFC 255.

Shevchenko não atua desde seu embate contra a própria Chookagian, em fevereiro deste ano. Na ocasião, a quirguistanesa bateu a norte-americana com um nocaute no terceiro round e, mais uma vez, garantiu seu lugar no trono.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments