Jéssica Bate-Estaca salva noite brasileira, vence número um e pede disputa de cinturão

Brasileira não toma conhecimento de rival, garante nocaute no primeiro round e desafia Valentina Shevchenko no UFC Ilha da Luta 6

J. Andrade (foto) derrotou K. Chookagian no UFC Ilha da Luta 6. Foto: Reprodução/Instagram

Ex-campeã peso palha (até 52,1kg.), Jéssica Andrade, a ‘Bate-Estaca’, salvou a pátria brasileira em grande estilo. No penúltimo confronto do UFC Ilha da Luta 6, realizado neste sábado (17), em Abu Dhabi, a paranaense surpreendeu Katlyn Chookagian e estreou entre as moscas (até 56,7kg.) com um nocaute devastador no primeiro round.

Veja Também

VÍDEO: Assista o nocaute de Jéssica Bate-Estaca sobre Katlyn Chookagian no UFC Ilha da Luta 6
Em apresentação de gala, Brian Ortega supera ‘Zumbi Coreano’ e se aproxima de luta por cinturão
VÍDEO: Assista os melhores momentos de Brian Ortega x Zumbi Coreano no UFC Ilha da Luta 6
De volta após um ano, Poliana Botelho é dominada por Gillian Robertson e perde por pontos no UFC Ilha da Luta 6

No evento, além de fazer história e se tornar a primeira mulher do Ultimate a se testar em três categorias de peso diferentes, a atleta se colocou em posição de destaque na nova divisão. Com o triunfo sobre Chookagian, ‘Bate-Estaca’ deve assumir a primeira colocação, posto que era de posse da norte-americana.

Ainda no octógono, na entrevista após o duelo, a brasileira desafiou a atual campeã, Valentina Shevchenko. Uma das atletas mais dominantes no MMA feminino, a quirguistanesa tem luta marcada contra a brasileira Jennifer Maia para 21 de novembro.

A luta

O confronto começou com Jéssica tomando a iniciativa com uma sequência de jabs. Buscando encurtar a distância, a brasileira seguiu pressionando a rival e conseguiu derrubar a oponente. A brasileira ensaiou um bate-estaca, mas Katlyn se defendeu bem. A paranaense permitiu que a oponente se levantasse e o confronto voltou a ser disputado de pé. Na metade do assalto, Andrade conseguiu derrubar a rival com um chute baixo, mas Chookagian se levantou rápido. Mesmo com maior envergadura, a vantagem no confronto seguia com a brasileira. ‘Bate-Estaca’ seguia se movimentando bem, mas a norte-americana começou a conectar jabs limpos no rosto da brasileira. No minuto final, a paranaense conseguiu uma nova queda, mas a norte-americana conseguiu se levantar. Quase no fim do confronto, a brasileira surpreendeu a oponente com um gancho na linha de cintura. Katlyn sentiu, e a brasileira foi para cima com tudo e sacramentou o confronto com uma sequência de socos.

Cláudio Hannibal é surpreendido por Krause e perde primeira no UFC

C. Hannibal (esq.) foi derrotado por J. Krause (dir.) no UFC Ilha da Luta 6. Foto: Reprodução/Instagram

Acabou a invencibilidade de Cláudio Hannibal no Ultimate. Representante dos meio-médios (até 77kg.), o brasileiro conheceu a primeira derrota na organização no confronto contra James Krause. Dominado nos rounds iniciais, o brasileiro tentou a recuperação no último, mas acabou perdendo na decisão unânime dos juízes.

De volta ao octógono após mais de um ano, Cláudio apostou na luta em pé para o confronto. O brasileiro, no entanto, acabou sendo vítima dos contra-ataques precisos de James, que fez um confronto seguro contra o tupiniquim. Hannibal estreou no UFC em 2014 e vinha de uma sequência de cinco resultados positivos.

O embate contra o mato-grossense marcou a segunda apresentação de Krause em 2020. Em agosto, o atleta topou o desafio de encarar Trevin Giles de última hora, no UFC 247, e acabou perdendo em decisão contestada. Agora, o norte-americano retoma o caminho das vitórias.

Thominhas sente falta de ritmo e perde em retorno

T. Almeida (esq.) foi derrotado por J. Martinez (dir.) no UFC Ilha da Luta 6. Foto: Reprodução/Instagram

Na noite que marcou seu retorno ao MMA, Thomas Almeida acabou não tendo o desempenho que gostaria. Sem lutar há mais de dois anos, o brasileiro acabou sentindo a falta de ritmo contra Jonathan Martinez e saiu derrotado na decisão unânime dos juízes.

Representante dos galos (até 61,2kg.), Thomas, que teve o adversário alterado de última hora, aceitou o desafio de se apresentar entre os penas (até 65,7kg.). Visivelmente mais lento, o paulista foi dominado por dois rounds e acabou sendo vítima dos ataques seguros do oponente.

Martinez subiu ao octógono para sua segunda apresentação em 2020. Contra Thominhas, o norte-americano confirmou a boa fase e chegou ao segundo resultado positivo em sequência.

Almeida chegou à marca de três reveses consecutivos. A última vitória do brasileiro, que é uma das promessas para a categoria até 61,2kg., aconteceu em novembro de 2016.

Jimmy Crute atropela Modestas Bukauskas no primeiro round

J. Crute (dir.) derrotou M. Bukauskas (esq.) no UFC Ilha da Luta 6. Foto: Reprodução/Instagram

Jimmy Crute confirmou a boa fase na carreira em grande estilo. Na luta contra Modestas Bukaukas, o australiano precisou de menos de três minutos para liquidar a fatura e deixou o evento com um grande nocaute.

Em sua segunda apresentação em 2020, Crute chegou à sua segunda vitória consecutiva e, agora, soma quatro vitórias em cinco apresentações pelo Ultimate. Após o triunfo, o australiano saltou as grades do octógono e correu em direção ao presidente da empresa, Dana White, pedindo um dos bônus de ‘Performance da Noite’.

Bukauskas, que estreou com vitória no UFC, em julho, agora, amargou o primeiro revés na companhia.

Resultados do UFC Ilha da Luta 6

CARD PRINCIPAL

Peso pena: Brian Ortega derrotou Chan Sung Jung na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 50-45)

Peso mosca: Jéssica Bate-Estaca derrotou Katlyn Chookagian por nocaute a 4m55s do R1

Peso meio-pesado: Jimmy Crute derrotou Modestas Bukauskas por nocaute 2m01s do R1

Peso meio-médio: James Krause derrotou Cláudio Hannibal na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena: Jonathan Martinez derrotou Thomas Almeida na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso leve: Guram Kutateladze derrotou Mateusz Gamrot na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca: Gillian Robertson derrotou Poliana Botelho na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-27, 29-27)

Peso médio: Jun Yong Park derrotou John Phillips na decisão unânime dos juízes (30-25, 30-25, 30-25)

Peso leve: Fares Ziam derrotou Jamie Mullarkey na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-pesado: Maxim Grishin derrotou Gadzhimurad Antigulov por nocaute técnico a 4m58s do R2

Peso galo: Said Nurmagomedov derrotou Mark Striegl por nocaute a 51s do R1

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments