Vitória de Deiveson Figueiredo no UFC 255 incomoda Henry Cejudo, que dispara: ‘Sou o rei do Brasil!’

Mesmo aposentado, ex-campeão dos moscas e galos provoca o brasileiro e alimenta o rumor de uma possível volta ao esporte

H. Cejudo provoca D. Figueiredo. Foto: Reprodução/Instagram @henry_cejudo

Quando Henry Cejudo anunciou sua aposentadoria do esporte, em maio, a comunidade do MMA não o levou a sério e o norte-americano voltou a reforçar essa ideia. Após Deiveson Figueiredo finalizar Alex Perez, no UFC 255, evento que aconteceu neste sábado (21), em Las Vegas, nos EUA, o ex-campeão do peso mosca (56,7kg) da organização, mais uma vez, provocou o atual número um da categoria.

Em suas redes sociais, Cejudo foi curto e grosso e não só afirmou que segue sendo o melhor lutador dos moscas, como também é dono de um país em especial.

Veja Também

Deiveson elogia Demetrious e Cejudo e cita diferença entre ele e os ex-campeões dos moscas
Deiveson Figueiredo estipula prazo para deixar o peso mosca e subir para o galo
Empolgado com outra grande atuação, Deiveson promete destruir próximo desafiante: ‘Se eu tocar no Moreno, parto no meio’

“Eu sou o rei do Brasil!”, postou Cejudo em seu Twitter.

Vale lembrar que Henry Cejudo se tornou campeão do peso mosca do UFC em 2018, quando surpreendeu ao destronar Demetrious Johnson. O norte-americano defendeu o cinturão da categoria apenas uma vez, em 2019, e, na ocasião, nocauteou TJ Dillashaw em apenas 32 segundos. Na sequência, Cejudo optou por subir para os galos (61,2kg), também se tornou campeão da categoria, nunca mais voltou para os moscas e se aposentou em maio de 2020.

No entanto, mesmo afastado do MMA, o ex-campeão sempre comenta a respeito dos eventos realizados pela organização e provoca os atuais campeões Deiveson Figueiredo e Petr Yan, dizendo que emprestou seus cinturões e que não teria trabalho para vencer a dupla, caso enfrentasse o brasileiro e o russo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments