Após assistir massacre de ex-NBA no boxe, Covington manda recado a LeBron James: 'Faria comer a lona' | SUPER LUTAS

Após assistir massacre de ex-NBA no boxe, Covington manda recado a LeBron James: ‘Faria comer a lona’

Lutador do UFC volta a provocar lenda do basquete, analisando situação vivida por Nate Robinson, que foi brutalmente batido por Jake Paul no evento de ‘Tyson x Jones Jr.’

C. Covington se encaminha para o octógono do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de assistir ao massacre de Nate Robinson – ex-NBA -, que estreou com derrota no boxe, no último sábado (28), em Los Angeles (EUA), contra Jake Paul, Colby Covington não perdeu a chance de provocar. Desafeto confesso da lenda do basquete, LeBron James, o falastrão aproveitou o hype do evento encabeçado por Mike Tyson e Roy Jones Jr. para provocar o ‘inimigo’.

Veja Também

“Ouvi dizer que finalmente retiraram a carcaça de Nate Robinson do chão do STAPLES Center (local onde o espetáculo aconteceu). Eu faria LeBron James comer a lona na metade do tempo. Todos sabem que os atuais jogadores da NBA são os atletas mais privilegiados do planeta”, escreveu Covington em sua conta no Twitter.

A rixa entre Colby e James começou durante as manifestações antirracistas realizadas em 2020, nos Estados Unidos, e tomaram proporções mundiais. Em comum acordo, equipes e atletas da NBA aderiram ao movimento ‘Black Lives Matter’ (Vidas Negras Importam) e ganharam grande visibilidade no universo dos esportes. Covington, por sua vez, se posicionou contrário às atitudes dos jogadores e deu início a um ataque público a LeBron nas redes sociais.

Enquanto segue causando polêmica fora do octógono, dentro, a vida de Colby não é negativa. Depois de ser derrotado por Kamaru Usman na disputa do cinturão dos meio-médios (até 77kg.), em dezembro do ano passado, o norte-americano se recuperou no confronto contra o ex-campeão do grupo, Tyron Woodley. O triunfo fez com que o falastrão ocupasse a primeira posição no ranking da categoria e ficasse em lugar de destaque para uma futura luta pelo título.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments