AO VIVO

Lutas de Boxe de Anderson Silva e Mayweather são remarcadas para este sábado (21)

Garbrandt enxerga Deiveson absoluto no peso mosca, mas afirma: ‘Esmaga todos, menos eu’

Norte-americano aposta em massacre do brasileiro contra Brandon Moreno, no UFC 256 e segue se preparando para encarar o ‘Deus da Guerra’ em 2021

D. Figueiredo (esq.) e C. Garbrandt (dir.) têm acordo verbal para uma luta. Foto: Montagem SUPER LUTAS

De olho na disputa do cinturão no peso mosca (até 56,7kg.) do Ultimate, Cody Garbrandt segue atento nos próximos passos da divisão. Ex-campeão no peso galo (até 61,2kg.), o atleta, que enfrentaria Deiveson Figueiredo no UFC 255 – mas deixou o card por lesão -, reconheceu o talento do brasileiro, mas fez uma ponderação sobre o reinado do ‘Deus da Guerra’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Eu acho que ele (Deiveson) esmaga todos nessa divisão, menos eu. Esses caras param na frente dele e é aí que ele solta os seus golpes. Eu me movimento muito, sou muito rápido, entro e saio o tempo todo. Esses lutadores não sabem lutar no contragolpe, dar pressão é tudo o que eles sabem. Minha estratégia vai ser a mesma da luta contra o Dominick Cruz (em 2016)”, disse o norte-americano, em entrevista à ‘ESPN’.

Escolhido publicamente por Deiveson para sua primeira defesa de título, Garbrandt ainda não teve a oportunidade de se testar tanto quanto o brasileiro quanto na divisão dos moscas. O atleta, então, projeta o retorno ao octógono para o início do ano que vem e espera que o paraense siga campeão, já que, em 12 de dezembro, voltará ao campo de luta para mais uma defesa de título, desta vez, contra Brandon Moreno.

PUBLICIDADE:

“Eu acho que ele vai atropelar aquele garoto (Brandon). É outro cordeiro sendo levado para o matadouro. Tudo bem, deixem que ele crie esse hype, que pensem “caramba, esse garoto é o cara”. Eu não vou recuar, estou animado para essa luta”, finalizou.

Cody não se apresenta desde junho, quando se lutou no UFC 250. Na ocasião, o ex-campeão atropelou Raphael Assunção e colocou fim em uma sequência negativa de três derrotas com as luvas do Ultimate.

PUBLICIDADE:

 

PUBLICIDADE:

Podcast #63: Blachowicz merece enfrentar Glover pelo cinturão do UFC? Lyoto perde no Bellator e se complica



Comentários

Deixe um comentário