Ferguson revê luta contra Do Bronx e nega que tenha sido dominado pelo brasileiro no UFC 256 | SUPER LUTAS

Ferguson revê luta contra Do Bronx e nega que tenha sido dominado pelo brasileiro no UFC 256

Norte-americano rebate comentaristas e fãs, e tenta explicar sua posição sobre performance que lhe rendeu sua segunda derrota consecutiva em 2020

Charles derrotou Ferguson na decisão unânime dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

Quase uma semana depois de sua dura derrota para Charles do Bronx no UFC 256, Tony Ferguson resolveu ‘causar’ nas redes sociais. Em uma transmissão ao vivo realizada em seu perfil no Instagram, o ‘Bicho Papão’ analisou imagens de seu confronto contra o brasileiro e, ao contrário da opinião de alguns fãs, membros da imprensa especializada e dos juízes, negou que tenha sido amplamente dominado na luta co-principal.

Veja Também

Inicialmente, Ferguson comenta um momento em que Charles assume a guarda e, por cima, controla as ações. Desta forma, Tony acabou sendo anulado em algumas situações dos 15 minutos disputados.

“Nós não gastamos energia aqui, nem em lutas de jiu-jitsu. Apenas seja paciente e espere pela oportunidade de ele avançar e ficar preguiçoso a ponto de, no terceiro round, ele não tentar mais a montada. O que ele fez foi controlar a posição de lado, buscando algo completamente diferente, um movimento diferente, porque ele estava mentalmente quebrado no primeiro round”, afirmou Tony.

Ferguson, então, contou que reviu o confronto sem os comentários e análises dos comentaristas. Assim, o atleta, segundo ele próprio, poderia ter sua crítica – positiva ou negativa – sobre o desempenho de ambos no UFC 256.

“Eu assisti o vídeo novamente sem os comentários que dizia: ‘você foi dominado, isso e aquilo…’. (…) Posições avançadas para estilos tradicionais de artes marciais, você vai conseguir os pontos, vantagens e diferentes situações. Mas o julgamento e a competição até a comissão, eu nem sei se estavam lá. Eu vou ser real”, finalizou.

A derrota de Ferguson para Do Bronx confirmou a má fase do norte-americano na temporada 2020. Em maio, o lutador enfrentou e acabou duramente batido por Justin Gaethje, no embate que credenciaria o vencedor a encarar Khabib Nurmagomedov pela unificação do título do peso leve (até 70,3kg.). Com o novo revés, o ‘Bicho Papão’ fica mais distante do sonho de lutar pelo cinturão linear, que, hoje, pertence ao russo, contra quem teve compromissos de batalha cancelados em cinco ocasiões.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments