Em momento inédito na carreira, Aldo afirma que não pensa em cinturão: ‘Tenho é que vencer’

Com luta contra Marlon Vera neste sábado, pelo UFC Las Vegas 17, brasileiro quer recuperar o caminho das vitórias e encerrar sequência de três derrotas

J. Aldo (foto) vem de três derrotas consecutivas na carreira. Foto: Reprodução/Instagram

Um dos maiores nomes na história do MMA brasileiro, José Aldo será um dos protagonistas do UFC Las Vegas 17. Neste sábado (19), o manauara trocará forças contra Marlon Vera e tentará o primeiro passo para alterar seu retrospecto recente negativo na carreira. Focado em no resultado positivo e em conquistar o primeiro triunfo desde sua estreia no peso galo (até 61,2kg.), o ‘Campeão do Povo’ surpreendeu ao falar de sua relação sobre disputa de cinturão.

Veja Também

“Não me vejo ganhando e falando em disputar cinturão ou algo do tipo, isso nem está na minha mente. Tenho é que vencer, fiz minha carreira em cima de vitórias, e é isso que busco sempre, sempre estar vencendo. Desde que entrei no esporte, sempre vou procurar isso. Não faço nenhuma expectativa de pensar no cinturão. Primeiramente, tenho que vencer, vencer, vencer, e lá na frente ver o que vou conseguir. Sábado tenho o Marlon e tenho que vencê-lo, e depois vai chamar outro, e outro, e depois disso vejo o que acontece”, afirmou Aldo, em entrevista ao ‘Combate’.

Neste final de semana, o brasileiro subirá no octógono pela segunda vez em 2020. Em julho, o manauara aceitou o desafio de enfrentar Petr Yan pelo título vago da categoria. No confronto, o ‘Campeão do Povo’ travou um duelo equilibrado, mas acabou perdendo por nocaute no último round.

Antes disso, Aldo havia feito sua estreia na categoria em dezembro de 2019, no confronto contra Marlon Moraes. A luta contra o compatriota acabou de forma polêmica. Embora alguns fãs, membros da imprensa especializada e até Dana White pensem que o manauara foi o vencedor do duelo, na opinião da maioria dos juízes, o friburguense levou o combate por pontos.

Com 34 anos, Aldo, hoje, soma 35 compromissos como profissional no MMA. Em sua trajetória no esporte, o brasileiro conquistou 28 triunfos e sofreu sete reveses.

Podcast #034: A volta de Borrachinha ao UFC e a possível aposentadoria de Fedor

Comentários

Deixe um comentário