Depois de nova derrota, Antônio Arroyo garante aprendizado e promete: 'Vou me reerguer' | SUPER LUTAS

Depois de nova derrota, Antônio Arroyo garante aprendizado e promete: ‘Vou me reerguer’

Com mais duas lutas no contrato com o Ultimate, brasileiro espera recuperação no próximo desafio; paraense foi batido por Deron Winn no UFC Las Vegas 17

D. Winn (esq.) derrotou A. Arroyo (dir.) no UFC Las Vegas 17. Foto: Reprodução/Instagram

Depois da atuação apagada no UFC Las Vegas 17, realizado no último sábado (19), Antônio Arroyo segue sem vencer no Ultimate. No final de semana, o brasileiro teve a oportunidade de se recuperar da derrota sofrida na estreia, há um ano, mas acabou dominado por Deron Winn na decisão unânime dos juízes. Nas redes sociais, o paraense, no entanto, mostra otimismo com o futuro. Focado, o lutador promete foco total para a recuperação.

Veja Também

“Estou bem, para todo mundo que torce por mim. Não sofri pancada, dano, meu rosto está limpo. Infelizmente, não foi minha noite. Meu adversário conseguiu fazer bem o papel dele, que é o jogo de queda, o ‘antijogo’, que trava a luta, deixa a luta monótona, chata, sem muita movimentação. Eu não consegui evitar esse jogo”, disse o brasileiro, em sua conta no Instagram.

No embate contra Winn, Arroyo acabou sendo vítima do wrestling de excelência do adversário. Mesmo com maior envergadura, Antônio não conseguiu impedir as investidas do adversário, que o derrubou por mais de 10 vezes em 15 minutos disputados. Avaliando a situação, o paraense afirmou que os erros serão consertados para que haja uma performance consistente quando retornar ao octógono.

“Aprendi. Vou ajustar com meus coachs (treinadores) e a gente vai melhorar. Ainda tem duas lutas no meu contrato. Vou me reerguer. Com fé, vou me reerguer. Obrigado por tudo”, finalizou o atleta.

Arroyo chegou ao UFC depois de sua participação do ‘Dana White’s Contender Series’. Na ocasião, o atleta conseguiu seu contrato após finalizar Sephen Regman no segundo round. Na estreia pelo Ultimate, no entanto, o brasileiro acabou superado por Andre Muniz e, agora, após o novo revés, o peso médio (até 83,9kg.) segue precisando de um resultado positivo para se estabilizar na companhia.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments