José Aldo domina Marlon Vera, vence por pontos no UFC Las Vegas 17 e desafia TJ Dillashaw | SUPER LUTAS

José Aldo domina Marlon Vera, vence no UFC Las Vegas 17 e desafia TJ Dillashaw

Brasileiro tem atuação segura e supera equatoriano na decisão unânime dos juízes, afastando risco de demissão da companhia; após o confronto, manauara desafiou o ex-campeão do peso galo

J. Aldo (dir.) superou M. Vera (esq.) no UFC Las Vegas 17. Foto: Reprodução/Instagram

Um respiro brasileiro. Na luta co-principal do UFC Las Vegas 17, realizado neste sábado (19), José Aldo lutou de forma inteligente e superou Marlon Vera em uma das lutas mais aguardadas do evento. Durante três rounds, o manauara foi superior ao rival e saiu vencedor na decisão unânime dos juízes.

Com o resultado, Aldo encerra uma sequência negativa de três derrotas, algo inédito na carreira vitoriosa do ex-campeão do peso pena (até 65,7kg.). A vitória também afasta a chance de o brasileiro ser dispensado pela organização.

Veja Também

Vera, que vinha de grande resultado sobre Sean O’Malley, perdeu a chance de saltar de forma considerável no ranking da categoria. Atual número 11 do grupo liderado por Petr Yan, o equatoriano terá de aguardar o próximo compromisso para tentar se aproximar dos atletas que podem alçá-lo a uma futura disputa de cinturão.

Na entrevista após o confronto, o brasileiro desafiou o ex-campeão da categoria, TJ Dillashaw, que poderá voltar a lutar a partir de janeiro, quando sua suspensão por doping se encerra.

“Dana, pode marcar”, disse o brasileiro.

A luta

Marlon tomou a iniciativa com um chute alto, que parou na guarda do brasileiro. Com a guarda alta, o brasileiro respondeu com um jab. Vera voltou a atacar com dois chutes baixos e o manauara esperava o melhor momento para atacar. Com um cruzado de direita, o brasileiro assustou o rival, que começou a caminhar para trás. Aldo arriscou uma sequência de socos, mas Vera buscou o clinch e passou a pressionar o ex-campeão nas grades. Mostrando muita técnica, o brasileiro conseguiu girar e se desvencilhou do adversário. Com uma combinação de diretos, jabs e dois ganchos na linha de cintura, Marlon passou a economizar nos ataques e aparentava estar sentido os ataques do manauara. No minuto final, o equatoriano desferiu dos chutes altos, mas o brasileiro defendeu com facilidade. Próximo ao fim do assalto, Aldo conectou uma nova combinação de socos e chutes, mas não havia mais tempo.

Na segunda etapa, Marlon tomou a iniciativa com dois chutes na linha de cintura, mas Aldo respondeu com dois ganchos potentes na barriga do adversário. Vera seguiu apostando nos chutes, mas o atleta seguia sendo vítima de contragolpes potentes de José, que atacava com socos e chutes. Na metade do round, o brasileiro aplicou um cruzado de esquerda, que desequilibrou Marlon. O brasileiro seguia dominando o duelo. Passados três minutos, Vera voltou a tentar uma queda para cima do ex-campeão, mas Aldo mantinha a calma e se defendia com eficiência. Assim como no assalto anterior, José conseguiu se soltar e o duelo voltou a ser disputado no centro do octógono. Próximo do fim do assalto, Vera conectou um cruzado no rosto do brasileiro e voltou a levar o manauara para o clinch. O round chegou ao fim com o brasileiro sendo pressionado nas grades.

No último assalto, Marlon partiu com tudo para cima de Aldo nos segundos iniciais. O brasileiro, atento, conseguiu chegar às costas do adversário e caiu em posição de vantagem. O manauara tentava encontrar espaço para encaixar um mata-leão e Vera se defendia como podia. Enquanto o equatoriano tentava se desvencilhar do brasileiro, Aldo continuava fixo nas costas do oponente. Com o brasileiro ‘mochilado’, Marlon conseguiu se levantar e buscava se afastar do ex-campeão. No minuto final, Marlon gravou o manauara no chão, mas Aldo seguia preso ao rival. Aldo voltou a tentar um mata-leão, mas o adversário seguia se protegendo. O cronômetro zerou com os atletas trocando golpes no chão.

Resultados do UFC Las Vegas 17

CARD PRINCIPAL

Peso meio-médio: Stephen Thompson derrotou Geoff Neal na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 50-45)

Peso galo: José Aldo derrotou Marlon Vera na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio: Michel Pereira derrotou Khaos Williams na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo: Rob Font derrotou Marlon Moraes por nocaute técnico a 3m47s do R1

Peso pesado: Marcin Tybura derrotou Greg Hardy por nocaute técnico a 4m31s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso meio-médio: Anthony Pettis derrotou Alex Morono na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo: Pannie Kianzad derrotou Sijara Eubanks na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso casado: Deron Winn derrotou Antônio Arroyo na decisão unânime dos juízes (29,28, 29-28, 29-28)

Peso mosca: Taila Santos derrotou Gillian Robertson na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-26, 29-28)

Peso médio: Tafon Nchukwi derrotou Jamie Pickett na decisão unânime dos juízes (30-35, 30-36, 30-26)

Peso mosca: Jimmy Flick finalizou Cody Durden com um triângulo a 3m18s do R1

Peso casado: Christos Giagos derrotou Carlton Minus na decisão unânime dos juízes (30-26, 29-27, 29-28)

 

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments