Antigo conhecido de McGregor, Rafael dos Anjos provoca irlandês após UFC 257 | SUPER LUTAS

Antigo conhecido de McGregor, Rafael dos Anjos provoca irlandês após UFC 257

Ex-campeão dos leves, brasileiro aproveita mau momento do ‘Notório’ e cutuca rival; atletas tiveram luta marcada em 2016, mas duelo nunca ocorreu

R. dos Anjos (esq.) e C. McGregor (dir.) realizam encarada em 2016. Foto: Reprodução/Instagram

Antigo conhecido de Conor McGregor, Rafael dos Anjos não perdeu a oportunidade de ‘tirar uma casquinha’ do ‘Notório’ após a dura derrota sofrida pelo irlandês para Dustin Poirier, no UFC 257. Em entrevista ao ‘Sherdog’, o brasileiro aproveitou o momento para provocar o antigo rival e admitiu ser um adversário complicado para o ex-campeão do Ultimate.

Veja Também

“Não me vejo como uma má opção para Conor. Sou um canhoto, tenho um grappling (luta agarrada) que é perigoso para ele. Uso muito aqueles chutes na panturrilha”, afirmou o brasileiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além de Conor, Dos Anjos, que retornou ao peso leve (até 70,3kg.) após alguns anos entre os meio-médios (até 77kg.), aproveitou para falar sobre Nate Diaz, que também deve voltar à divisão em breve. Para o niteroiense, o Ultimate deve promover a trilogia entre McGregor e Dustin Poirier ou com o ‘bad-boy’ norte-americano.

“Na minha opinião, seria mais interessante se eles (UFC) promovessem a trilogia com Poirier ou Diaz. A mesma fala funciona para Diaz. Meu jogo simplesmente não encaixa com o estilo dele (Nate) e a grande prova é que eu o derrotei com facilidade (em 2014) e ele nunca pediu uma revanche. Sou um grappler melhor, um trocador melhor e meu jiu-jitsu é melhor que o dele. Então, eu entendo por que ele nunca falou meu nome de novo”, finalizou.

McGregor e Rafael estiveram muito perto de trocarem forças no octógono. Os atletas tinham compromisso marcado para o UFC 196, em 2016. Na ocasião, os lutadores disputariam o título dos leves, que estava em posse de RDA. O confronto, no entanto, acabou cancelado após uma lesão do niteroiense e nunca foi remarcado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por outro lado, o duelo contra Diaz aconteceu em 2014 e tem um significado importante na carreira do brasileiro. Depois de vencer o ‘bad-boy’ com propriedade, Dos Anjos carimbou o passaporte para encarar o campeão da época, Anthony Pettis. A disputa contra o ‘Showtime’ marcou a conquista do primeiro título de Rafael com as luvas do UFC, em 2015.

Hoje, o brasileiro ocupa a sétima posição no ranking liderado por Khabib Nurmagomedov. Em sua luta de reestreia na divisão, o niteroiense teve grande vitória sobre Paul Felder, em novembro de 2020.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments