Diego Ferreira se diz animado para revanche contra Beneil Dariush: 'É a luta que eu queria' | SUPER LUTAS

Diego Ferreira se diz animado para revanche contra Beneil Dariush: ‘É a luta que eu queria’

Em grande fase na carreira, brasileiro enfrenta o iraniano no card principal da atração deste sábado, no UFC Las Vegas 18

Carlos Diego Ferreira vem de seis vitórias seguidas no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Carlos Diego Ferreira ainda não esqueceu de Beneil Dariush, seu primeiro revés na carreira. Após perder o primeiro combate entre os dois, em outubro de 2014, o brasileiro tem a chance de se vingar na revanche do próximo sábado (6), no UFC Las Vegas 18. Vivendo a melhor fase desde que chegou ao Ultimate, com seis triunfos seguidos, o atleta falou sobre a luta e já pensa em quem pode desafiar, caso vença a luta.

Veja Também

“É uma luta que eu queria, principalmente para provar que eu realmente mereço estar lá (no topo da divisão). É um bom desafio. Já lutamos antes, mas já faz muito tempo e agora vai ser uma grande luta. Ele vem com cinco vitórias, enquanto eu tenho seis (…), estou pronto para tudo. A estratégia que estamos construindo é estar pronto para lutar, para ficar em pé, para boxear e misturar tudo”, afirmou Diego Ferreira, em entrevista ao site ‘BJPenn.com’.

Caso vença a luta, o brasileiro tem dois adversários em mente para o próximo passo: Rafael dos Anjos e Paul Felder. Segundo ele, que pode se aproximar do Top-5 da categoria dos leves (até 70,3kg.), as lutas são as que fazem sentido na sequência. Ele ainda diz que deseja enfrentar o norte-americano Michael Chandler no futuro.

“Seria bom lutar contra o Rafael dos Anjos ou Paul Felder. O Felder vem de duas derrotas e não entendo como ele está na minha frente. Seria um bom desafio para mim. Mas também estou de olho em Michael Chandler. Esse cara chegou agora e pulou na frente de todos”, concluiu.

Atualmente, Diego Ferreira está com 36 anos. O brasileiro soma 19 apresentações como profissional no MMA, com 17 triunfos e dois reveses. Sua última luta ocorreu contra Anthony Pettis, em janeiro de 2020. Na ocasião, ele finalizou o norte-americano no segundo round.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments