Aos 32 anos, Stefan Struve anuncia aposentadoria do MMA: 'É hora de pendurar as luvas para sempre' | SUPER LUTAS

Aos 32 anos, Stefan Struve anuncia aposentadoria do MMA: ‘É hora de pendurar as luvas para sempre’

Em depoimento divulgado nas redes sociais, o 'Gigante Holandês' desabafou sobre os danos sofridos no esporte para justificar sua decisão

Em depoimento emocionante, S. Struve relatou problemas de saúde. Foto: Reprodução/Instagram

Após passar por uma série de problemas de saúde, o peso pesado (até 120,2 kg.) do Ultimate, Stefan Struve, decidiu se aposentar do MMA. Em um longo texto publicado em suas redes sociais, o ‘Gigante Holandês’ descreveu os problemas ao longo de sua carreira e agradeceu aos fãs pelo apoio ao longo dos anos.

Veja Também

“Pude usar meu espaço e tempo nos últimos meses para pensar sobre isso, então desta vez é realmente para sempre. Tive um problema no ouvido interno do qual tenho lutado contra desde maio do ano passado. Peguei uma infecção viral que danificou o nervo auditivo do ouvido direito. Depois de novos testes feitos recentemente, descobrimos que o aparelho vestibular do ouvido não está funcionando bem. Por isso, também tenho lidado com problemas de vertigem, perda de audição e zumbido, um zumbido no meu ouvido”, escreveu Struve.

Após fazer todos os exames descritos, Stefan revela que estava se recuperando e chegou a pensar que os problemas seriam passageiros. No entanto, ele diz que em sua última luta – contra Tai Tuivasa -, alguns dos sintomas voltaram. Na ocasião, o holandês foi nocauteado no primeiro round do UFC 254, em outubro de 2020.

“Eu estava indo bem, especialmente com os médicos me dizendo que os problemas iriam embora depois de um tempo, apenas continuar e ignorar até que realmente desaparecessem completamente. Infelizmente, durante minha última luta, alguns dos problemas voltaram depois de receber um soco na orelha direita”, completou o lutador.

Struve encerrou a declaração relatando que passou por outras dificuldades com cirurgias e recuperações durante sua trajetória e agradeceu aos fãs de MMA pelo incentivo em seus 15 anos de carreira.

“Percebo que é hora de pendurar as luvas para sempre e colocar minha saúde e minha família em primeiro lugar. Tive uma longa carreira e lutei contra vários ferimentos, incluindo um maxilar quebrado e problemas cardíacos. (…) Agradeço muito a carreira e o tratamento que tive no UFC. Todos na organização sempre foram incríveis para mim. Mas tenho que colocar minha saúde em primeiro lugar agora, principalmente agora que sou pai. Para os fãs de luta, eu me diverti muito ao longo dos anos, foi uma honra lutar por vocês”, finalizou.

O ‘Gigante Holandês’ dá um ponto final em sua trajetória justamente quando vive seu momento mais difícil no MMA. Em seu cartel, são 29 vitórias e 13 derrotas. Porém, nas últimas seis lutas, ele amargou cinco reveses em suas últimas seis lutas no Ultimate.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments