UFC encaminha Chimaev aos Estados Unidos para finalizar tratamento contra Covid-19 | SUPER LUTAS

UFC encaminha Chimaev aos Estados Unidos para finalizar tratamento contra Covid-19

Aposta da organização, lutador não apresentou boa recuperação da doença acometida em dezembro; expectativa é que sueco volte à ativa em junho

Infectado em dezembro, K. Chimaev (foto) não se recuperou bem da Covid-19. Foto: Reprodução/Instagram

Grande aposta do Ultimate, Khamzat Chimaev ainda convive com as consequências da Covid-19. Infectado pela doença em dezembro de 2020, o lutador não se recuperou bem da doença e foi transferido para os Estados Unidos para finalizar o tratamento. A expectativa é que o atleta volte à ativa em junho.

Veja Também

Em entrevista à ‘ESPN’, o empresário do atleta, Ali Abdelaziz, confirmou que Chimaev será acompanhado de perto pela equipe médica do UFC para que possa retornar à sua rotina de treinos. Com sequelas da doença, o sueco acabou sendo cortado do confronto contra Leon Edwards, que estava confirmado para 13 de março.

Khamzat foi diagnosticado com Covid-19 em dezembro de 2020. Na ocasião, a enfermidade do lutador fez com que o confronto contra Leon fosse adiado pela segunda vez.

Após mais um cancelamento, Dana White e sua equipe decidiram seguir em frente e não promover o confronto entre o sueco e o inglês em um futuro próximo. A empresa, agora, busca um novo adversário para Edwards.

Com apenas três lutas pelo Ultimate, Chimaev surgiu na empresa e, logo, recebeu o status de ‘fenômeno’. O adjetivo foi dado pelo próprio presidente da empresa, que, após a última apresentação, revelou nunca ter visto um atleta com tais características.

Aos 26 anos, Khamzat, hoje, soma nove lutas como profissional no MMA e nunca sentiu o gosto de uma derrota. No UFC, são três triunfos com resultados incontestáveis; o último, um nocaute brutal sobre o veterano Gerald Meerschaert em apenas 17 segundos.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments