Khabib desabafa sobre McGregor, Ferguson e dá declaração definitiva sobre St-Pierre | SUPER LUTAS

Khabib desabafa sobre McGregor, Ferguson e dá declaração definitiva sobre St-Pierre

Lenda do peso leve, russo avalia situações das carreiras do irlandês e norte-americano; combatente também fala sobre ‘luta dos sonhos’ contra GSP

K. Nurmagomedov anunciou a aposentadoria em outubro de 2020. Foto: Reprodução/Instagram

Fora do MMA desde outubro de 2020, Khabib Nurmagomedov segue como figura relevante dentro do esporte. Mesmo se mantendo firme na decisão de pendurar as luvas, o russo continua por dentro da atual situação da modalidade, incluindo o peso leve (até 70,3kg.). Recentemente, o combatente desabafou sobre os momentos de Conor McGregor e Tony Ferguson, além de encerrar qualquer possibilidade de enfrentar Georges St-Pierre.

Veja Também

Analisando a carreira de seu maior rival dentro do octógono, Khabib não se esquivou ao falar de Conor, que recentemente foi derrotado por Dustin Poirier. Para o russo, o melhor momento do irlandês ficou para trás e será impossível que o ‘Notório’ recupere sua antiga condição.

“É impossível que um homem alcançar seu auge duas vezes. Não estou falando apenas dele (McGgregor). O que eu quero dizer é que não existem dois ápices. Uma equipe pode fazer isso. Por exemplo, o Real Madrid fez isso algumas vezes. Um time pode conseguir, mas estamos falando que um homem, sozinho, não consegue”, contou Khabib, em conversa com o lutador Magomed Ismailov.

Após falar sobre um rival com quem já dividiu o campo de luta, Nurmagomedov se manifestou sobre um adversário que esteve próximo de enfrentar por cinco vezes, mas o confronto nunca aconteceu. Contra seu oponente mais utópico, Tony Ferguson, não teve rodeios para tornar claro o que pensa sobre o ‘Bicho Papão’.

“Eu juro que nunca o considerei da elite do peso leve (até 70,3kg.). Ele era muito bom, mas não contava com ele, porque é impossível ser da elite com 37 anos. Nunca houve antes (um atleta da elite com 37 anos) e nem mesmo eu conseguiria. Pesos pesados (até 120,2kg.) conseguem. Na minha opinião, não há como mudar isso”, afirmou.

Por fim, Nurmagomedov esclareceu de uma vez por todas sobre a situação da desejada ‘luta dos sonhos’ contra o lendário Georges St-Pierre. Por vezes, o russo admitiu que seu sonho era se testar contra a estrela canadense. No entanto, após a morte do pai do campeão dos leves, o desejo parece ter sido anulado.

“Quando você diz o nome de Georges St-Pierre, só o nome me motiva. Ele me empolga, mas isso acabou, irmão. Ele tem 40 anos. Deixe isso para lá. Com certeza, eu gosto dele como ser humano. É uma lenda. Ele é a representação decente do MMA. Deixe para lá. Existe GSP e existe Khabib”, finalizou.

Aos 32 anos, Nurmagomedov deixou as artes marciais mistas com um cartel invicto em 29 apresentações. O lutador pendurou as luvas após finalizar Justin Gaethje e unificar o cinturão dos leves, no UFC 254.

Podcast #017: Qual o tamanho da vitória de Anderson Silva sobre Julio Cesar Chavez Jr no Boxe?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments