Por complicações com a Covid-19, Khamzat Chimaev anuncia aposentadoria do MMA | SUPER LUTAS

Por complicações com a Covid-19, Khamzat Chimaev anuncia aposentadoria do MMA

Sensação do UFC em 2020, de apenas 26 anos, sofre com efeitos da pandemia; Lutador a ser transferido da Suécia para os EUA para se tratar

K. Chimaev anuncia aposentadoria no MMA. Foto: Reprodução/Instagram

A passagem de Khamzat Chimaev pelo UFC pode ter terminado de forma abrupta. O checheno radicado na Suécia, sensação do esporte em 2020,  surpreendeu ao anunciar sua aposentadoria do esporte. O lutador vem sofrendo com complicações da Covid-19 e chegou a ser transferido para os EUA.

Veja Também

Através de uma postagem no Instagram, Chimaev lamentou não ter conquistado o cinturão do UFC, mas agradeceu a companhia, a equipe All Stars e confirmou que está pendurando as luvas.

“Quero dizer muito obrigado a todos por me apoiarem na minha caminhada neste esporte. Acho que, pra mim, acabou. Sim, eu sei que não conquistei o cinturão, mas essa não é a maior vitória na vida. Essa decisão pode deixá-los tristes, mas meu coração e meu corpo falaram por mim. Quero agradecer a minha equipe All Stars e dizer muito obrigado ao UFC”, escreveu o lutador.

Histórico

Com um cartel perfeito de nove vitórias em nove lutas, Chimaev chegou ao UFC na primeira temporada da ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi, no mês de julho de 2020. O checheno finalizou John Phillips em 72 segundos e, apenas 10 dias depois, encarou Rhys McKee, nocautando o norte-irlandês em pouco mais de três minutos. De volta ao octógono em setembro, Chimaev não tomou conhecimento de Gerald Meerschaert e venceu por nocaute em apenas 17 segundos. A rápida ascensão credenciou o lutador a encarar Leon Edwards, número três no ranking dos meio-médios (até 77.1 kg.), mas o duelo acabou desmarcado em duas oportunidades por complicações do checheno com a Covid.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments