Bicampeã olímpica vê com bons olhos luta contra Amanda Nunes, mas descarta clima de rivalidade | SUPER LUTAS

Bicampeã olímpica vê com bons olhos luta contra Amanda Nunes, mas descarta clima de rivalidade

Companheira de equipe da brasileira na American Top Team, Kayla Harrison prega respeito à ‘Leoa’ e reforça boa relação

K. Harrison (foto) é companheira de treinos de A. Nunes na ATT. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de mais uma vitória imponente com as luvas do UFC, Amanda Nunes novamente terá dificuldades em encontrar adversárias em seu nível. Considerada uma oponente com potencial para o futuro da ‘Leoa’, Kayla Harrison tem sido nome recorrente nas entrevistas, mas a bicampeã olímpica adota cautela ao tratar do assunto. Companheira de equipe da baiana na American Top Team (ATT), a norte-americana falou com respeito sobre a possibilidade e descartou o clima de rivalidade.

Veja Também

“Amanda acabou de ganhar. Dê a ela um segundo para respirar. Somos companheiras de equipe, então, é claro que não quero que seja estranho na academia. Eu gosto da Amanda e da Nina (Ansaroff). Elas me inspiram. É um pouco chato, mas o que devo dizer? Busco ser como ela. Quando você pisa no tatame, seu trabalho é encontrar uma maneira de vencer. Para mim, não é pessoal. É negócio. Não precisa ser desagradável. Pode ser apenas uma bela demonstração de habilidade, de esportividade. É uma honra ter meu nome citado, mas tudo em seu tempo”, afirmou a atleta, em entrevista ao ‘MMA Junkie’.

Invicta no MMA, Harrison vem construindo uma trajetória de sucesso no esporte. A norte-americana, que, hoje representa a PFL, tem oito lutas na modalidade e vem buscando a evolução a cada desafio.

Promessa nas artes marciais mistas, Kayla, de 30 anos, se tornou conhecida nas artes marciais após conquistar duas medalhas de ouro olímpicas, competindo pelo judô. Sua primeira, veio em 2012, em Londres e, a segunda, no Rio de Janeiro, em 2016.

Sem lutar desde novembro de 2020, a norte-americana tem compromisso confirmado para 6 de maio. A combatente trocará forças contra a brasileira Marina Morais. O espetáculo acontece em Atlantic City, nos Estados Unidos.

Considerada a melhor lutadora de todos os tempos, Amanda Nunes defendeu o título dos penas (até 65,7kg.) no último sábado (6), pelo UFC 259. Na ocasião, a brasileira não encontrou dificuldades para bater Megan Anderson, finalizando a rival com menos de três minutos. A brasileira também ostenta o cinturão dos galos (até 61,2kg.), onde é campeã desde 2016.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments