Na mira de Adesanya, Darren Till analisa sua 'luta dos sonhos', mas se diz focado em Marvin Vettori | SUPER LUTAS

Na mira de Adesanya, Darren Till analisa sua ‘luta dos sonhos’, mas se diz focado em Marvin Vettori

Desafiado pelo campeão dos médios, inglês se empolga com oportunidade, no entanto, precisa passar por italiano antes de encarar o nigeriano

D. Till em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

Antes mesmo de seu confronto contra Marvin Vettori, que acontece em 10 de abril, Darren Till já sabe o que o aguarda, caso supere o italiano. O inglês foi publicamente desafiado pelo campeão dos médios (até 83,9kg.), Israel Adesanya, e não poderia ter ficado mais empolgado com a proposta. O atleta, então, avaliou a possível disputa, mas garantiu que seu foco está em vencer o próximo compromisso.

Veja Também

“Eu acho que Marvin e eu estamos ‘batendo na porta’ (para disputar o título’. É como um pequeno torneio no peso médio agora. (…) Isso me anima. Só de estar no topo e receber essas oportunidades, sabendo o que virá na sequência disso. No entanto, eu tenho uma ‘pedreira’ na minha frente e não quero olhar muito adiante. Sei que o Israel Adesanya está me desafiando. Tenho tentado uma luta com ele há tempos. Estamos destinados a trocar forças, mesmo quando eu lutava no meio-médio (até 77kg.)”, afirmou o inglês, em entrevista à ‘ESPN’.

Embora se sinta empolgado ao ser intimado pelo campeão, Darren sabe que não pode se desviar do foco. Porém, embora tenha que trocar forças com Vettori antes de lutar pelo cinturão, Till fez questão de analisar seu ‘duelo dos sonhos’.

“Agora, estou focado em mim. (…) No entanto, é assim: acho que será um duelo de ‘mágico contra mágico’. Quem terá a kryptonita para vencer a trocação (luta em pé) do outro. Já disse, eu sou um dos melhores trocadores do UFC. Israel, também. (…) Ele está na minha frente, no momento”, contou.

Mesmo sem desrespeitar Adesanya, que ostenta o cinturão do grupo desde 2019, Till não se esconde quando perguntado se teria a capacidade de surpreender e bater o nigeriano. Para Darren, que vem de derrota em um confronto equilibrado contra Robert Whittaker, seu estilo pode sobressair contra o líder da divisão.

“Acho que tenho o que preciso para vencê-lo. Tenho certeza que ele está pronto e ele acha que pode me vencer. Será uma boa luta, quando acontecer. É ótimo ser chamado pelo campeão. Normalmente, os desafiantes pedem a luta. O campeão está me chamando. Devo ter feito algo correto”, finalizou.

Atual número quatro no ranking dos médios, migrou para a categoria em 2019, quando superou Kelvin Gastelum e, de cara, assumiu posição de destaque na divisão. Na sequência, em julho de 2020, o inglês acabou derrotado pelo ex-campeão, Whittaker. Agora, o combatente se prepara para seu terceiro desafio e precisa vencer, caso queira realizar o sonho de enfrentar Adesanya.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments