Com o cinturão dos pesados, Ngannou promete ser um campeão ativo e movimentar a divisão | SUPER LUTAS

Com o cinturão dos pesados, Ngannou promete ser um campeão ativo e movimentar a divisão

Carrasco de Stipe Miocic no UFC 260, franco-camaronês admite vontade de se apresentar de duas a três vezes por ano

F. Ngannou conquistou o cinturão dos pesados no UFC 260. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de fazer história e conquistar o cinturão dos pesados (até 120,2kg.) no UFC 260, Francis Ngannou não quer saber de descanso. Após o atropelo promovido sobre Stipe Miocic, o franco-camaronês admitiu que quer ser um campeão ativo na empresa. Em coletiva após o espetáculo, o ‘gigante’ falou sobre sua frequência na organização.

Veja Também

“Eu nunca pedi (para lutar) menos. Sempre pedi para ficar ativo. Espero que com o cinturão eu possa ser mais ativo. Quero poder fazer duas ou três lutas por ano. Vamos seguir em frente”, confirmou o campeão.

Nos últimos anos, Ngannou foi um grande crítico sobre a falta de disputas de título na categoria. Entre 2018 e 2020, apenas Francis e Daniel Cormier atuaram pelo posto de líderes, enfrentando o então campeão, Stipe Miocic.

Novo ‘rei’ dos pesados, o franco-camaronês não se apresentava desde o triunfo sobre Jairzinho Rozenstruik, em maio de 2020. Na ocasião, o atleta nocauteou o surinamês e chegou ao quarto resultado positivo em sequência, o que o credenciou a enfrentar o então campeão.

Aos 34 anos, este foi o 16º triunfo do atleta como profissional no MMA. A última derrota do franco-camaronês aconteceu justamente contra Miocic, há pouco mais de três anos.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments