Luta entre Gabi Garcia contra australiano não acontece e revolta alguns fãs; brasileira explica | SUPER LUTAS

Luta entre Gabi Garcia contra australiano não acontece e revolta alguns fãs; brasileira explica

Depois de confirmarem embate de luta agarrada, gaúcha e Craig Jones adiam confronto, que aconteceria no último domingo (28)

Luta agarrada entre G. Garcia (dir.) e C. Jones (esq.) estava confirmada para acontecer em 28 de março. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de confirmarem uma luta sob regras especiais, o confronto entre Gabi Garcia e Craig Jones não aconteceu, como previsto. Desafiada para um duelo de luta agarrada, a brasileira aceitou a proposta e oficializou o show para o último domingo (28), em Los Angeles (EUA). Nas redes sociais, a combatente justificou o motivo do adiamento.

Veja Também

“Impressionante como Craig Jones pode ser tão ridículo. Sim, iremos lutar de verdade em uma plataforma que possa transmitir para todos. Ele está fazendo papel de palhaço e eu só esperando o momento de poder lutar de verdade”, escreveu a brasileira, que publicou um vídeo vencendo Jones em uma partida de queda-de-braço, na qual venceu o australiano com extrema facilidade.

Ainda no domingo, Gabi afirmou que o duelo intergênero não aconteceria na data prevista porque não encontraram uma plataforma que pudesse transmitir o combate com a qualidade esperada. Segundo a brasileira, a luta gerou um engajamento maior do que esperado e, consequentemente, abriu portas para propostas de exibição.

Depois da publicação, os seguidores de Garcia ficaram divididos. Enquanto alguns apoiavam e mostravam empolgação para o confronto, outros preferiram criticar o adiamento.

“Pelo jeito, essa luta não sai nunca”, escreveu um internauta, que foi prontamente respondido pela lenda do jiu-jitsu.

“Foi vendida (a peleja). Por isso, não aconteceu hoje. Deu mais público do que imaginamos”, rebateu Gabi.

Outro internauta não escondeu a revolta com a situação. No caso, o seguidor reclamou sobre o adiamento de forma direta.

“Falta de respeito com o público”, escreveu o fã, que também não ficou sem resposta.

“Falta de respeito seria não dar nenhuma satisfação. Nós entramos na live (transmissão ao vivo) para explicar o motivo da luta não acontecer hoje. Não tínhamos como transmitir para milhares de pessoas. Irá acontecer”, retrucou Garcia.

Em uma das respostas, a brasileira admitiu que irá faturar um bom dinheiro para enfrentar Craig. Conversando com um fã, visivelmente incomodado, a lutadora ‘pincelou’ sobre as cifras.

“Por que não colocam um homem com o tamanho do braço dela? Isso é marketing. Ridículo’, escreveu o seguidor, que foi prontamente rebatido.

“Você faria o mesmo por três dígitos. Era para ser hoje, mas tomou uma repercussão muito grande e vai ser um show de verdade. Duvido que por ‘000.000’ (valor recebido em três dígitos) você não lutaria com ele. É por isso que o jiu-jitsu não ganha dinheiro. Lutar e fazer marketing”, encerrou a atleta.

Após o adiamento, ainda não há data oficial para o encontro entre Garcia e Jones. A segundo os lutadores, há duas possibilidades; uma, para daqui a dois meses e outra para o fim do ano.

O embate entre Gabi e Craig acontecerá sob regras especiais. Certos golpes serão proibidos e a peleja não terá contagem de tempo. A luta acabará quando um dos dois for finalizado.

Histórico dos lutadores

Aos 35 anos de idade, Gabi Garcia possui nove títulos mundiais e quatro do ‘ADCC‘, maior evento de luta agarrada do mundo. A brasileira estreou no MMA em 2015 e possui um cartel invicto com seis vitórias, todas por nocaute ou finalização.

Apesar de nunca ter conquistado resultados expressivos em grandes competições de jiu-jítsu, Craig Jones é conhecido por suas finalizações atacando a perna dos adversários. Aos 29 de idade, o australiano é conhecido por suas participações nos principais torneios de luta agarrada.

 

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments