Daniel Cormier surpreende e defende Jon Jones de críticas de Dana White | SUPER LUTAS

Daniel Cormier surpreende e defende Jon Jones de críticas de Dana White

Após o seu antigo rival ser acusado de temer Francis Ngannou, o atual comentarista do UFC saiu em defesa do ex-campeão dos meio-pesados (até 93kg)

D. Cormier saiu em defesa de J. Jones FOTO: Facebook/ UFC

Após a troca de farpas com Dana White, Jon Jones ganhou uma defesa inesperada para as críticas sofridas. Seu ex-rival e atual comentarista do UFC, Daniel Cormier defendeu ‘Bones‘ dos comentários negativos e afirmou que o ex-campeão dos meio-pesados (até 93kg) não teme Francis Ngannou ou nenhum outro adversário. A declaração foi dada em seu ‘podcast‘.

Veja Também

“Deixe-me dizer algo. Mesmo com tudo que aconteceu entre a gente, Jones não tem medo de Ngannou. É um absurdo as pessoas pensarem isso. Entendo que muita gente estariam assustada, mas ele não tem medo de caras como (Stipe) Miocic,  (Derrick) Lewis ou (Ciryl) Gane. Jon não tem medo de ninguém”, declarou.

Cormier ainda analisou o eventual combate entre Jones e Ngannou, pelo cinturão dos pesados (até 120,1kg). O comentarista do UFC afirmou que as negociações para as grandes lutas são sempre complicadas e garantiu que ‘Bones’ é perfeitamente capaz de derrotar o atual campeão dos pesados.

“Aqui começou o jogo entre Jones e o UFC: ele quer dinheiro e Dana tem opções. Isso sempre acontece. Negociações de alto nível estão acontecendo. Jones pensa que vai vencer Ngannou. Todo grande campeão é assim. Não sei se vai, mas ele é um dos lutadores mais talentosos que eu já vi no octógono. Se existe alguém que pode resolver o quebra-cabeça que é Francis, esse alguém é Jones”, concluiu ‘DC‘.

A rivalidade entre Jones e Cormier foi uma das maiores da história do UFC. Os dois atletas se enfrentaram duas vezes, ambas pelo título dos meio-pesados (até 93kg). Na primeira, em 2015, vitória de ‘Bones‘ por pontos. No segundo combate, em 2017, Jon nocauteou ‘DC’, porém, o resultado virou um  ‘No Contest‘ após o ex-campeão testar positivo para a substância Turinabol.

Após dominar a divisão até 93kg, por mais de dez anos, Jones resolveu buscar um novo desafio e decidiu subir de categoria. Antes confirmado como próximo desafiante da divisão, ‘Bones’ se irritou com a mudança de discurso de Dana, após o UFC 260. O mandatário insinuou que o lutador deveria mudar para a divisão dos médios (até 83,9kg) para não enfrentar Ngannou. Declaração que gerou muita reclamação do veterano nas redes sociais.

Contratado pelo UFC em 2015, Francis Ngannou possui um cartel de 16 vitórias e três derrotas. O franco-camaronês se sagrou campeão dos pesados após nocautear Stipe Miocic, no UFC 260, no último sábado (27). Em seu currículo, constam vitórias sobre grandes nomes como Júnior Cigano, Cain Velasquez e Alistair Overeem.

 

 

 

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments