Rival de Do Bronx, Michael Chandler explica como pretende bater brasileiro na luta pelo cinturão | SUPER LUTAS

Rival de Do Bronx, Michael Chandler explica como pretende bater brasileiro na luta pelo cinturão

Adversário do paulista no UFC 262, norte-americano aponta brechas que podem ser exploradas no jogo do peso leve

M. Chandler (dir.) esbanja confiança no confronto contra C. Do Bronx. Foto: Reprodução/Instagram

Para realizar o sonho de conquistar o título vago dos leves (até 70,3kg) no UFC 262, Michael Chandler precisará passar por um dos maiores desafios de sua carreira. O norte-americano, no entanto, não esconde a confiança para a luta contra Charles do Bronx e explica. Em entrevista à ‘ESPN’, a lenda do Bellator apontou o que considera brechas no jogo do brasileiro e reafirmou sua superioridade.

Veja Também

“Se você olhar a luta dele (Charles, contra Paul Felder, em 2017), ele desistiu por conta de golpes. Você pode ver isso em várias lutas. Se ele não consegue se impor contra você, chega um ponto onde ele te olha e decide: ‘tudo bem, você venceu esta. Vou pegar metade do meu pagamento e vou pra casa”, disse Michael.

Antigo campeão dos leves no Bellator, Chandler acredita que suas características serão capazes de anular o ímpeto de um dos maiores destaques da categoria. Assim, o norte-americano narrou como imagina o desenrolar do confronto.

“Acho que isso (Charles se intimidar) vai acontecer várias vezes em nossa luta. Ele vai olhar nos meus olhos, sentir a força que eu possuo e perceber que eu fico cada vez melhor enquanto ele está numa rápida jornada para entrar em pânico. Eu acho que isso é o que vai acontecer. Vamos ver”, afirmou o atleta.

O confronto entre Do Bronx e Chandler foi confirmado depois que Khabib Nurmagomedov cravou sua aposentadoria. Lenda da divisão, o russo admitiu que não tem interesse em retornar às competições e se dedicará à carreira de treinador, dando seguimento ao legado de seu falecido pai, Abdulmanap.

Atual número quatro no ranking da categoria, Michael chegou ao Ultimate há menos de um ano e, após uma estreia de gala, em janeiro, se credenciou a lutar pelo trono. Charles, terceiro no grupo, garantiu a chance de disputar o cinturão depois de somar oito vitórias consecutivas na divisão.

O duelo entre o brasileiro e o norte-americano representará a última peleja do espetáculo confirmado para 15 de maio. O evento acontecerá em Houston, nos Estados Unidos.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments