Júnior Cigano se aproxima de acordo com o Bellator e pode estrear contra Fedor Emelianenko, diz site | SUPER LUTAS

Júnior Cigano se aproxima de acordo com o Bellator e pode estrear contra Fedor Emelianenko, diz site

Fora do UFC desde o início de março, ex-campeão dos pesados pode se transferir para a concorrente e estrelar superluta contra lenda russa

J. Cigano pode enfrentar F. Emelianenko (dir.) na despedida do russo no MMA. Foto: Reprodução/Montagem SUPER LUTAS

Demitido do UFC no início de março, Júnior Cigano pode estar perto de confirmar sua ‘nova casa’. Ex-campeão dos pesados (até 120,2kg.) no Ultimate, o brasileiro negocia com o Bellator e pode estrear em uma superluta contra a lenda russa, Fedor Emelianenko. A informação foi divulgada pelo ‘Tele Sport’.

Veja Também

Não é novidade que o Bellator busca um adversário para que Fedor faça uma luta de despedida. Considerado um dos melhores lutadores de todos os tempos no MMA, o russo de 44 anos não se apresenta desde dezembro de 2019. A ideia da empresa é promover um grande show, na Rússia, para que o ‘Último Imperador’ possa dar seu adeus ao esporte, que pratica há mais de 20 anos.

Fora do Ultimate, Cigano, na última semana, confirmou à ‘Ag.Fight’ que vê com bons olhos uma possível transferência para a companhia presidida por Scott Coker. A expectativa do brasileiro é, de fato, se testar contra a lenda russa.

Campeão no UFC entre 2011 e 2012, o catarinense fez história na empresa como um dos maiores representantes do Brasil entre os pesados. Nos últimos anos, porém, Júnior não viveu um bom momento. A dispensa do atleta se deu após uma sequência de quatro derrotas consecutivas – todas por nocaute.

Aos 37 anos, Cigano se profissionalizou no MMA em 2006. Em 30 compromissos no esporte, o catarinense, hoje, soma 21 vitórias e nove derrotas.

Ícone do PRIDE, Emelianenko tem 46 apresentações nas artes marciais mistas. O veterano ostenta um cartel com 39 triunfos, seis reveses e uma luta ‘sem resultado’. Ao longo de sua carreira, o russo bateu nomes como Quinton Jackson, Pedro Rizzo, Chael Sonnen, Mirko Cro Cop, Mark Hunt, Rodrigo Minotauro e Ricardo Arona.

A queda do ‘Império Pitbull’ no Bellator e a prévia para o UFC 265

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments