Treinador de Jon Jones aposta em desfecho ousado em luta contra Ngannou | SUPER LUTAS

Treinador de Jon Jones aposta em desfecho ousado em luta contra Ngannou

Mike Winkeljohn, dos técnicos de 'Jones', ironizou acusações de ‘medo’ e analisa o sonhado confronto entre os pesados do UFC

M. Winkeljohn (dir.) é um dos treinadores de J. Jones. Foto: Reprodução/Instagram

No momento em que muito se comenta sobre uma eventual superluta entre Jon Jones e o novo campeão os pesados (até 120,2kg.) do Ultimate, uma pessoa parece não ter dúvidas sobre o desfecho no embate. Um dos técnicos de ‘Bones’, Mike Winkeljohn se mostrou tranquilo quanto ao desempenho do pupilo diante do ‘gigante’. Em entrevista ao ‘Submission Radio’, o treinador ainda ousou apostar em um desfecho.

Veja Também

“Acho que Jon tem a vantagem. Francis pode explodir, mas tem o condicionamento físico. As pessoas não entendem que o a resistência de Jon é melhor do que a dos seus oponentes e é isso que ele leva para a mesa. Você pode amassá-lo muitas vezes, mas, em determinado momento, seu fôlego começa a acabar. O homem mais forte do mundo (Ngannou) é muito fraco, se não tiver resistência”, contou Winkeljohn.

Confiante no sucesso do pupilo dentro de uma das categorias mais perigosas no esporte, Mike ainda falou sobre como imagina o possível confronto terminando. Para o treinador, o triunfo de ‘Bones’ em sua estreia na divisão será histórico.

“Jon finaliza no fim da luta. Acho que Jon, depois de algum ‘ground and pound‘, vai ter Francis desistindo no final do embate”, encerrou.

Embora haja muita repercussão sobre o confronto, ainda não é certo que os combatentes troquem forças no octógono. Após o UFC 260, Jones e Dana White, presidente do Ultimate, entraram em atrito depois que o mandatário sugeriu que o norte-americano deveria ter medo.

Lenda absoluta dos meio-pesados (até 93kg.) do UFC, ‘Bones’ reinou na categoria por cerca de 10 anos. Buscando novos desafios, o atleta abandonou seu cinturão, em agosto de 2020, e deu início à preparação para o debute nos pesados.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments