Valentina Shevchenko revela 'motivação' e se diz pronta para enfrentar Jéssica Bate-Estaca | SUPER LUTAS

Valentina Shevchenko revela ‘motivação’ e se diz pronta para enfrentar Jéssica Bate-Estaca

Campeã dos moscas comenta sobre o estilo de jogo da brasileira e afirma estar preparada para o UFC 261 deste sábado (24)

V. Shevchenko (foto) trava combate contra J. Bate-Estaca no UFC 261. Foto: Reprodução/Instagram @bulletvalentina

Campeã dos moscas (até 56,7kg.) do Ultimate, Valentina Shevchenko se prepara para sua sexta defesa de título. A ‘Bullet’, que enfrenta Jéssica Bate-Estaca no UFC 261 deste sábado (24), afirmou que está motivada para o combate e destacou que a brasileira é a ‘combinação perfeita’ para seu estilo de jogo.

Veja Também

“Gosto desse tipo de oponente que esbarra em você como: ‘Estou aqui!’. Eu realmente gosto desse estilo de desafiantes. Isso me deixa muito animada, porque tenho um objetivo mais claro. Eu vou estar pronta. Eu sei que ela é forte e vai tentar me atacar(com) socos e eu tenho que estar pronta para isso”, afirmou Shevchenko em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Favorita para o combate, Valentina diz que respeita Jéssica por seus feitos na carreira e por sua vasta experiência, mas que está ajustada quanto ao estilo de jogo da brasileira. Além disso, a campeã acredita que já ‘sabe o que esperar’ de sua oponente.

“Obviamente, ela tem força física e está pensando que pode lutar com todos. Mas além de força, não consigo ver coisas diferentes nela. Claro, é uma grande diferença se ela está lutando com alguém que não tem poder suficiente contra sua força, mas tudo muda quando sua oponente tenha o mesmo poder ou talvez até mais. Eu sei o que esperar dela. Mas isso não é algo novo. Não é algo perigoso ou algo que você deva temer ou outra coisa. É bastante compreensível o jogo de luta dela”, finalizou a campeã.

Após sua transição do Kickboxing pra o MMA, Shevchenko construiu um cartel de 20 vitórias e três derrotas. Seu último revés, foi para a brasileira Amanda Nunes, em setembro de 2017, quando ainda lutava nos galos (até 61,2kg.). Desde então, a atleta desceu de divisão e emendou oito vitórias consecutivas, além de ostentar o cinturão dos moscas (até 56,7kg.) desde 2018.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments