Ultimate confirma duas disputas de cinturão para o UFC 263, com Adesanya e Deiveson defendendo títulos | SUPER LUTAS

Ultimate confirma duas disputas de cinturão para o UFC 263, com Adesanya e Deiveson defendendo títulos

Na onda dos super eventos, empresa crava novo espetáculo que promete animar os fãs; lutas acontecem em 12 de junho

I. Adesanya (esq.) e D. Figueiredo (dir.) serão dois dos grandes protagonistas do UFC 263. Foto: Reprodução/Instagram

Após um grande evento, realizado no último sábado (24), o Ultimate está pronto para um novo espetáculo. A organização oficializou duas disputas de cinturão para o UFC 263, confirmado para 12 de junho, ainda sem local definido. O show será encabeçado pelos campeões Israel Adesanya e Deiveson figueiredo nos dois principais combates. O anúncio foi feito nas redes sociais da organização.

Veja Também

Na última luta da noite, o líder dos médios (até 83,9kg.), Israel Adesanya, volta à categoria após uma tentativa frustrada de conquistar o título dos meio-pesados (até 83kg.), em março desta temporada. O nigeriano tentará manter seu trono diante de Marvin Vettori, que derrotou Kelvin Holland no início de abril.

O duelo entre Adesanya e Marvin marcará uma revanche entre os combatentes. Os dois trocaram forças em 2018, quando o nigeriano ainda não ostentava o cinturão do grupo. Na ocasião, Israel saiu vencedor na decisão dividida dos juízes.

No confronto co-principal, um show com protagonismo brasileiro. Campeão nos moscas (até 56,7kg.), Deiveson Figueiredo fará a aguardada revanche contra Brandon Moreno. Os atletas voltam a dividir o octógono após uma verdadeira batalha, em dezembro de 2020, que terminou em empate e manutenção do título pelo paraense.

No UFC 256, Figueiredo e Moreno deixaram tudo no octógono e empolgaram quem acompanhava o desafio. Pouco mais de seis meses depois, os atletas tentarão decidir de vez quem ficará no topo absoluto da categoria.

Em 12 de junho, os fãs de MMA poderão se despedir de um grande ícone do esporte. O evento pode marcar a aposentadoria de Demian Maia, que enfrentar Belal Muhammad no card principal.

Em entrevistas recentes, Maia, que vem de dura derrota para Gilbert Durinho, não nega que está perto de deixar as artes marciais mistas. Hoje, com 43 anos, o paulista ocupa a oitava posição entre os meio-médios (até 77kg.).

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ufc (@ufc)

Podcast SUPER LUTAS: Qual o futuro de McGregor após o UFC 264?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments