Após sair de luta contra Cerrone, Sanchez é cortado do UFC e se diz livre para assinar com concorrentes | SUPER LUTAS

Após sair de luta contra Cerrone, Sanchez é cortado do UFC e se diz livre para assinar com concorrentes

Vencedor da primeira temporada do 'The Ultimate Fighter', veterano ficou 16 anos na organização e sugere que seguirá no esporte

D. Sanchez é cortado do UFC após 16 anos. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de mais de 16 anos e 32 lutas, a história de Diego Sanchez no Ultimate chegou ao fim. O norte-americano, que se sagrou campeão da primeira edição do ‘The Ultimate Fighter’, foi cortado da franquia após sair, sem motivo desconhecido, da ‘luta de despedida’ contra Donald Cerrone no UFC Las Vegas 26.

Veja Também

Em seu ‘Instagram’ oficial, o lutador confirmou que está livre e marcou organizações concorrentes na publicação, como Bellator, ONE Championship, Brave MMA e BKFC (boxe sem luvas).

“Finalmente livre, finalmente livre”, escreveu Sanchez.

Ainda que não se saiba o motivo de sua demissão, outra polêmica chamou a atenção dos amantes de MMA. No início desta semana, o veterano publicou um vídeo de seu treinador, Joshua Fabia, discutindo com a equipe de transmissão do Ultimate. O coach também questionou sobre a forma com que Sanchez foi tratado pelas emissoras e outras mídias independentes.

Aos 39 anos, o norte-americano passou por um período de instabilidade no Ultimate. Em suas últimas dez apresentações, foram cinco vitórias e cinco derrotas. Ele afirmou que faria sua despedida do esporte no próximo desafio, mas parece ter mudado de ideia a respeito. Profissional desde 2002, Sanchez conta com um cartel de 30 triunfos e 13 derrotas na carreira.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments