Dominick Reyes desabafa após ser brutalizado por Jiri Prochazka no UFC Las Vegas 25 | SUPER LUTAS

Dominick Reyes desabafa após ser brutalizado por Jiri Prochazka no UFC Las Vegas 25

Norte-americano se manifesta dias depois do nocaute devastador sofrido no último fim de semana

J. Prochazka derrotou D. Reyes no UFC Las Vegas 25. Foto: Reprodução/Instagram

Dias depois de sofrer um dos nocautes mais marcantes de 2021, Dominick Reyes decidiu se manifestar. Em tom de desabafo, o lutador usou as redes sociais para se comunicar com os fãs sobre seu desempenho diante do promissor adversário no UFC Las Vegas 25. O resultado marcou o terceiro resultado negativo do norte-americano no Ultimate.

Veja Também

“Finalmente, cheguei em casa, rodeado por aqueles que eu amo. Gostaria de dizer que eu fui lá e lutei com todo o meu coração. Deixei tudo lá e fico feliz de ter entretido a maioria de vocês. Estou feliz e triste, como podem imaginar, porque não conquistei o meu objetivo, mas fui lá e lutei. Por isso, posso afirmar que estou orgulhoso”, escreveu o atleta, em sua conta no Instagram.

Diante do terceiro resultado negativo em sequência, algo inédito na carreira do jovem atleta, Reyes sugere que os infortúnios fazem parte do esporte. Mostrando espírito esportivo, o combatente, então, aproveitou para valorizar o talento de Jiri e garantiu seguir firme na modalidade.

“Eu amo esse esporte e, em alguns momentos, ele parece não me amar de volta, mas é o que recebemos quando assinamos o contrato. Gostaria de dizer que estou bem e me recuperando. Parabéns (a Prochazka) por uma grande luta, e que cotovelada! Foi daquelas que você não vê chegando até você. Deus abençoe a todos e vejo vocês na próxima”, finalizou.

Embora tenha sido superado por grandes adversários nos três últimos compromissos, o novo resultado positivo confirma a fase complicada de Reyes na organização. O combatente chegou invicto ao Ultimate e, em fevereiro de 2020, se tornou um dos atletas que mais se aproximou de vencer o lendário Jon Jones.

Na sequência, em setembro, depois que ‘Bones’ decidiu deixar oficialmente a divisão, Dominick foi escalado para disputar o cinturão vago. Diante de Jan Blachowicz, o norte-americano sofreu uma nova derrota, desta vez, de forma brutal.

Aos 31 anos, Ryes, agora soma 15 apresentações como profissional no MMA. O combatente, hoje, tem 12 vitórias e três derrotas. Seu último triunfo aconteceu em 2019, quando nocauteou Chris Weidman no primeiro round.

A queda do ‘Império Pitbull’ no Bellator e a prévia para o UFC 265

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments