Buscando regularidade, Marcos Pezão promete nocaute e arrisca 'round da vitória' no UFC Vegas 26 | SUPER LUTAS

Buscando regularidade, Marcos Pezão promete nocaute e arrisca ‘round da vitória’ no UFC Vegas 26

Adversário de Maurice Greene neste sábado, brasileiro quer retomar o caminho das vitórias de forma imponente

M. Pezão é um dos destaques brasileiros no UFC Las Vegas 26. Foto: Reprodução/Instagram

Buscando se afastar da instabilidade em sua trajetória recente no Ultimate, Marcos Pezão quer voltar a vencer em grande estilo. Adversário de Maurice Greene no UFC Las Vegas 26, que acontece neste sábado (8), o brasileiro projetou qual é seu cenário favorito para um resultado positivo. Em entrevista ao ‘Combate’, o paulista falou sobre o assunto.

Veja Também

“Sou um cara que vou para a luta! No momento que toca a luva, já vou para dentro, e sou um cara que gosta de definir a luta. Quando vejo o momento, vou para definir mesmo. Vou para nocautear do primeiro segundo ao último milésimo de segundo. Vou estar ali para nocautear, para finalizar. Acho que consigo um nocaute no terceiro round”, arriscou Pezão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Chegando em seu 26º compromisso como profissional no MMA, Marcos aposta em um bom casamento de estilos. Analisando Greene, o brasileiro falou o que pôde estudar de seu rival.

“Ele é um striker (que luta mais em pé) alto, um bom striker, gosta de lutar bastante do meio para trás, da média para a longa distância. Mas é engraçado que tem bastante finalizações. Não o vejo como um cara bom de jiu-jitsu, mas tem algumas posições perigosas. É um cara que não pode vacilar. Mas o cage é menor, a luta fica mais perto, é ruim para ele nesse aspecto e fica bom para mim. A minha luta é da média para a curta, sou mais efetivo nessa distância, acho que vou conseguir botar bastante isso em prática. E ele vai querer embolar comigo. Quando embolar, tenho um jiu-jítsu muito justo por cima, tenho uma pressão muito boa, e boas posições”, encerrou.

Em seu último compromisso, ocorrido em novembro de 2020, Marcos acabou superado pelo promissor Alexander Romanov. Antes, o paulista vinha de uma vitória devastadora sobre Ben Sosoli.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fazendo sua sétima luta com as luvas do Ultimate, Maurice tenta se afastar do momento instável na companhia. Em suas últimas cinco lutas, o norte-americano acabou sofrendo três resultados negativos, o último, contra Greg Hardy, em outubro da temporada passada.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments