Último homem a vencer Do Bronx, Paul Felder anuncia a aposentadoria em transmissão do UFC Vegas 27 | SUPER LUTAS

Último homem a vencer Do Bronx, Paul Felder anuncia a aposentadoria em transmissão do UFC Vegas 27

Atuando como comentarista, veterano decreta o fim da carreira e justifica decisão de pendurar as luvas aos 36 anos

P. Felder anunciou sua aposentadoria durante a transmissão do UFC Las Vegas 27. Foto: Reprodução/Instagram @UFC

Além de 12 lutas disputadas, o UFC Las Vegas 27 ficou marcado por um anúncio inusitado. Durante a transmissão norte-americana do espetáculo, o peso leve (até 70,3kg.), Paul Felder, confirmou ao vivo sua aposentadoria no MMA. Último homem a derrotar o atual campeão da categoria, Charles do Bronx, o veterano aproveitou o trabalho como comentarista para dar a notícia, na coletiva após o show, explicou a decisão aos fãs.

Veja Também

“Eu realmente esperei até ter certeza (sobre a decisão de se aposentar). Depois da luta contra (Dan) Hooker (em 2019), eu estava emotivo e eu perdi, estando longe de casa. Depois, eu encontrei motivação de novo, quando eu aceitei a luta (contra Rafael dos Anjos, de última hora)”, disse Felder.

A decisão de Paul aconteceu de forma pensada. Analisando a carreira de forma consciente, o veterano foi realista ao falar sobre seu futuro na categoria liderada por Charles.

“Eu não acho que chegaria ao cinturão. Penso que é a primeira vez que eu realmente vejo as coisas depois de perder duas consecutivas, assistindo caras como (Ronaldo) Jacaré tendo o braço quebrado, ‘Cowboy’ (Donald Cerrone) fazendo mais lutas do que eu acho que deveria. Não serei esse cara. Desde o começo no esporte, eu disse que não seria o cara que seguiria lutando ‘depois do prazo’ e acho que é aqui. Melhor ser agora do que depois”, revelou.

Para Felder, um atleta deve ter ambição para seguir competindo em alto nível. Assim, o combatente confirmou que não sentia mais o prazer de manter a dura rotina para um lutador de alto nível.

“A chama que eu preciso para lutar, especialmente do jeito que eu luto, já não estava ali. Não estou ‘coçando’ nem para ir treinar e fazer as lutas que me oferecem. O único motivo que eu demorei tanto para me decidir foi porque dei a chance de realmente me convencerem. O UFC foi muito bom e teve paciência comigo”, admitiu.

Último homem a bater Charles do Bronx, Paul também comentou sobre a recente conquista do brasileiro. Segundo o norte-americano, o triunfo do paulista não foi suficiente para buscar uma nova luta contra um adversário que consta em sua lista de vítimas.

“Não (me motivou). Ele não é o mesmo cara. Ele é um ‘monstro’ agora. Não estou dizendo que eu não poderia vencê-lo. Ainda acho que não existe um cara na categoria que eu não possa vencer, mas não acho que eu receberei as lutas e a sequência de vitórias que me levariam para aquela luta (revanche)”, encerrou.

Aos 37 anos, Felder deixa o esporte com um cartel positivo. Atual número nove no ranking liderado por Charles, o norte-americano disputou 23 lutas como profissional no MMA. Ao todo, o atleta somou 17 resultados positivos e seis negativos.

A última luta de Paul aconteceu em novembro de 2020, quando aceitou enfrentar Dos Anjos de última hora. Na ocasião, o veterano acabou derrotado na decisão dividida dos juízes.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments