Renan Problema questiona escolhas da PFL e diz que 'voltaria a vencer' Werdum em eventual revanche | SUPER LUTAS

Renan Problema questiona escolhas da PFL e diz que ‘voltaria a vencer’ Werdum em eventual revanche

Depois da luta ser revertida em 'sem resultado', goiano diz que há certa 'proteção' ao veterano na organização; ele encara Ali Isaev no dia 25 de junho

R. Problema encara A. Isaev na PFL 6. Foto: Reprodução/Instagram

O peso pesado (até 120,2kg.) Renan Problema questionou as escolhas de lutas na próxima rodada da PFL. Depois da organização divulgar as próximas lutas do Grand Prix, que acontece no dia 25 de junho, em Nova Jersey (EUA), o brasileiro criticou a escolha da empresa de combiná-lo contra Ali Isaev. Além disso, ele afirmou que uma revanche contra Fabrício Werdum – que agora encara Brandon Sayles – era o que os fãs gostariam de ver.

Veja Também

“Tudo isso é muito estranho. Ray Sefo disse à minha equipe que a revanche do Werdum foi a luta que fez sentido a seguir. A PFL postou nas redes sociais perguntando às pessoas se elas queriam ver e elas disseram que sim. Agora descobrimos nas redes sociais que vou enfrentar o último campeão, enquanto Werdum enfrenta Sayles”, afirmou ‘Problema’ em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

No primeiro combate, Renan Problema nocauteou Fabrício Werdum, mas a luta foi revertida para ‘sem resultado’ pela Comissão Atlética de Nova Jersey. Na ocasião, houve uma confusão a respeito de uma suposta desistência – não considerada pelo árbitro – do goiano em um triângulo aplicado pelo ex-UFC. Para Renan, inclusive, teve uma certa ‘proteção’ da PFL com o veterano no primeiro combate entre os dois e promete voltar a vencê-lo no futuro.

“Acho interessante como tudo isso está acontecendo. Eles entrevistaram o Werdum depois da nossa luta, mas eles não me entrevistaram. Apenas mostraram o replay em câmera lenta que parecia que eu bati. Depois disso, a Comissão mudou o resultado da nossa luta no fim de semana em uma decisão tão rápida que muitas pessoas questionaram seu procedimento. Quais são os critérios deles? Não temos ideia de como funciona o matchmaking aqui, mas algumas coisas parecem meio duvidosas. (…) Eles não serão capazes de proteger Werdum para sempre. Eu ficaria envergonhado de estar no lugar dele depois de toda a merda que ele disse depois da nossa luta. Eu ligaria para o PFL para fazer a revanche acontecer. Mas ele sabe que vai terminar de novo, ele não quer nada comigo”, completou o lutador.

Após nocautear Fabrício Werdum, Renan Problema havia conseguido seis pontos na classificação geral dos pesados. Porém, com o ‘no contest’, ambos os lutadores possuem um ponto e precisam vencer para seguirem no torneio. O goiano enfrenta Ali Isaev, enquanto o gaúcho mede forças contra Brandon Sayles.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments