WSOF 2: Johnson vence Arlovski, em noite ruim para o Brasil

Com seis representantes no programa de lutas, Brasil deixa o card com quatro derrotas

A. Johnson (esq.) e A. Arlovski (dir.) durante a pesagem do WSOF 2. Foto: Divulgação/WSOF

A. Johnson (esq.) e A. Arlovski (dir.) durante a pesagem do WSOF 2. Foto: Divulgação/WSOF

O Brasil teve um noite para esquecer na sexta edição World Series of Fighting (WSOF), evento realizado neste sábado (23), em Nova Jersey, nos Estados Unidos. Com seis atletas no programa de lutas, o país deixou o show com quatro derrotas e apenas vitórias. Os responsáveis pelos triunfos tupiniquins foram Danillo Vilefort e Marlon Moraes. Já Paulão Filho, Igor Gracie, Alexandre Pulga e Gesias Cavalcante acabaram derrotados.

Disposto a retomar sua carreira internacional, Paulão Filho voltou a se apresentar de forma apática diante de Dave Branch. O norte-americano abusou do jogo de quedas para dominar o ex-campeão do WEC e vencer a disputa na decisão unânime dos juízes. Na segunda luta mais importante do show, Marlon Moraes nocauteou Tyson Nam com um belo chute alto e emplacou sua quarta vitória consecutiva..

Na luta principal da noite, Anthony Johnson estreou na divisão de pesos pesados com vitória. O norte-americano, que originalmente é peso médio, bateu o ex-campeão do UFC Andrei Arlovski na decisão unânime dos juízes.

Confira abaixo os resultados completos do WSOF 6:

Anthony Johnson derrotou Andrei Arlovski na decisão unânime dos juízes;

Marlon Moraes derrotou Tyson Nam por nocaute no R1;

David Branch derrotou Paulo Filho na decisão unânime dos juízes

Josh Burkman derrotou Aaron Simpson por nocaute técnico no R1

Justin Gaethje derrotou Gesias Cavalcante por nocaute técnico (interrupção médica) no R1;

Danillo Villefort derrotou Kris McCray na decisão dividida dos juízes;

Rick Glenn derrotou Alexandre Pulga por nocaute no R3;

Waylon Lowe derrotou Cameron Dollar por nocaute no R1

Rich Patishnock derrotou Igor Gracie por nocaute técnico (interrupção médica) no R1;

Ozzy Dugulubgov derrotou Chris Wade na decisão unânime dos juízes;

Brenson Hansen derrotou Tom Marcellino por nocaute técnico no R2\

Bill Algeo finalizou Frank Buenafuente com um mata-leão no R2

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments