Vitória de Anderson Silva no boxe surpreende Sonnen, que rasga elogios ao antigo rival | SUPER LUTAS

Vitória de Anderson Silva no boxe surpreende Sonnen, que rasga elogios ao antigo rival

Adversário do brasileiro em 2010 e 2012, norte-americano se impressiona com performance da lenda contra Julio César Chávez Jr

A. Silva (esq.) e C. Sonnen (dir.) em encarada para o primeiro encontro entre eles, em 2010. Foto: Reprodução/YouTube UFC

A vitória de Anderson Silva sobre Julio César Chávez Jr. segue dando o que falar no universo das artes marciais. Fora do UFC desde o fim de 2020, ‘Spider’ aceitou enfrentar um ex-campeão de boxe, nas regras da ‘nobre arte’ e venceu na decisão dividida. O feito do brasileiro foi tamanho que arrancou elogios de seu maior rival no MMA, Chael Sonnen.

Veja Também

“Eu não achei que Anderson fosse ter alguma chance contra um cara da segunda geração de uma família de boxeadores. Eu não pensei que Anderson teria chance até assistir à pesagem. Depois, pensei: Chávez é um gatinho assustado’. Para que você pediria para um homem de 44 anos (46) ir para um esporte que ele nunca praticou e você pratica desde o dia em que nasceu e você ainda pede pra ele perder peso? A não ser que você esteja com medo”, disse Sonnen, em seu canal no YouTube.

Encarando o boxe como um esporte totalmente diferente do MMA, Chael valorizou a vitória de Anderson. Para o norte-americano, se testar em um novo universo demanda atributos distintos da modalidade que o brasileiro dominou por anos.

“Geralmente, quando um cara envelhece, diminui seu ritmo e não está mais em seu auge, a última coisa em que esse cara vai ser bom é no boxe. É simplesmente um esporte muito rápido. É muito sobre velocidade e tempo, é muito sobre reflexo”, admitiu.

Rival de Silva no início dos anos 2010, Sonnen seguiu elogiando a atuação do antigo desafeto. O ‘Gangster Americano’ reforçou a idade do ex-campeão do UFC e a técnica apurada diante de um grande nome na história do pugilismo.

“Anderson estava ótimo, sem mencionar que os números estavam contra ele. Idade, esse é um número importante que estava contra ele. Peso. Não podemos esquecer que esse idiota, Julio Chávez, não bateu o peso”, destacou.

Por fim, Sonnen criticou Junior, que não atuava profissionalmente desde novembro de 2020. Segundo o ex-UFC, a derrota para Anderson é vexatória para o atleta.

“Eu não conseguiria me olhar no espelho. Eu ficaria envergonhado”, encerrou.

Duas vezes desafiante ao cinturão dos médios do Ultimate, Sonnen travou com Silva uma das maiores rivalidades na história do UFC. No primeiro encontro, em 2010, o norte-americano chegou próximo de chocar o mundo, quando dominou ‘Spider’ por quase cinco rounds completos, mas acabou finalizado restando pouco menos de dois minutos para o fim do confronto.

 

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments