Irreverente, Michel Pereira revela 'nomes inusitados' de golpes para luta contra Niko Price no UFC 264 | SUPER LUTAS

Irreverente, Michel Pereira revela ‘nomes inusitados’ de golpes para luta contra Niko Price no UFC 264

Em busca da terceira vitória consecutiva, ‘Paraense Voador’ promete diferencial em seu arsenal no combate contra norte-americano

Conhecido como um dos atletas mais empolgantes dos meio-médios (até 77kg.) por seu estilo ‘não ortodoxo’, Michel Pereira é irreverência pura. Em entrevista ao canal do SUPER LUTAS no YouTube, brasileiro revelou alguns dos principais nomes de golpes que preparou para Niko Price, seu rival no card preliminar do UFC 264 deste sábado, que ocorre em Las Vegas (EUA).

Veja Também

“Tenho tantos golpes que preciso anotar. Eu durmo e acordo pensando, senão eu esqueço. Para a próxima luta, tenho anotado (no caderno). Eu tenho o ‘pichunight’, o ‘mastigar da jumenta’, ‘revestrés’. Eu coloco os nomes pelos momentos da minha vida. Aí surge um nome que eu gosto muito e faço uma homenagem a um golpe. Eu tenho muitas coisas que, quando eu fizer, vai ser algo que ninguém nunca viu no MMA”, afirmou Michel.

E não para por aí. O ‘Paraense Voador, como é conhecido, também destaca seu ‘grande arsenal’ para o combate contra o norte-americano. O atleta, no entanto, prefere não revelar uma informação importante sobre os movimentos. Ainda assim, ele cita outros nomes inusitados de sua autoria.

“Algumas coisas eu não tenho tem como falar, porque se eu falar vão dizer que estou doido. Primeiro, eu tenho que mostrar para depois falar sobre esse golpe. Igual o salto para trás. Eu tenho o ‘papa-fogo’, o ‘kamehameha’, o ‘mão de bomba’ – que foi o tapa que eu dei no russo (Zelim Imadaev), ‘ilusão da morte’, ‘kanga leitão’. O ‘brota, bebê’, que é o que eu não olho para o adversário e, sim, para o chão. O ‘cavalo doido’. Eu tenho o ‘queixo de tartaruga’, também. (…), eu fiz um (golpe) novo na minha última luta que foi o ‘coice de mula’, né? Eu dou uma sequência de golpes e vou de joelho no chão e viro os pés para cima para pegar no queixo”, concluiu o lutador.

HISTÓRICO DOS LUTADORES

Vindo de duas vitórias consecutivas, Michel Pereira pode conquistar um lugar no ranking dos meio-médios (até 77kg.) do Ultimate. Ao todo, ele tem o histórico de 25 triunfos, 11 reveses e duas lutas ‘sem resultado’ na carreira.

Por outro lado, Niko Price também é conhecido por fazer lutas empolgantes. Em suas 12 aparições pela organização, o norte-americano nunca foi para a decisão dos juízes laterais. Ele conta com um cartel de 14 resultados positivos, quatro negativos e dois sem resultado.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments