McGregor retoma estilo provocador e questiona legado de Khabib: 'Não fez nada pelo esporte' | SUPER LUTAS

McGregor retoma estilo provocador e questiona legado de Khabib: ‘Não fez nada pelo esporte’

Perto de luta com Dustin Poirier, irlandês desabafa sobre aposentadoria de lenda russa e dispara contra maior rival

C. McGregor (esq.) foi derrotado por K. Nurmagomedov (dir.) no UFC 229. Foto: Reprodução/Instagram

Disposto a retomar a condição de desafiante ao cinturão dos leves (até 70,3kg.), Conor McGregor parece ter reassumido sua antiga postura provocadora. Perto do confronto contra Dustin Poirier, que acontece neste sábado (10), no UFC 264, o irlandês voltou sua atenção ao aposentado Khabib Nurmagomedov, seu maior rival no MMA. Em entrevista à ‘ESPN’, o ‘Notório’ cutucou a lenda russa, que deixou o esporte em 2020.

Veja Também

“Para onde ele foi? Onde ele está agora? Ele fugiu, está acabado. Ele fazia piada com os fãs, não fez nada pelo esporte”, disse Conor.

Adversário de Khabib em 2018, na luta de maior audiência na história das artes marciais mistas, McGregor foi além. Para o irlandês, o sucesso do ex-campeão deve ser atribuído apenas às qualidades do pai do atleta, Abdulmanap Nurmagomedov, morto na temporada passada, vítima de complicações da Covid-19.

“Era o show do pai dele e ele enfrentava caras com algo tipo duas vitórias e oito derrotas. Esse era seu cartel até chegar a 20 vitórias e zero derrotas. Ele teve três lutas no UFC antes disso. Aí, ele foi bem, mas não tem nada antes. São coisas irrelevantes, não conseguia bater o peso. É isso e agora ele se foi”, encerrou o ‘Notório’.

Antigo líder do grupo até 70,3kg., Nurmagomedov deixou o esporte após bater Justin Gaethje e unificar o título da categoria. Depois do triunfo, ainda no octógono, o russo confirmou a aposentadoria, abandonando a modalidade invicto, com 29 consecutivos.

Finalizado por Khabib no UFC 229, McGregor volta ao octógono para sua segunda apresentação em 2021. Em janeiro, o irlandês acabou batido por Dustin Poirier e, agora, busca se recuperar, colocando fim a uma trilogia iniciada em 2014.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments